window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-SS4D0CGZVY'); Pastor Moises Martins

Páginas


domingo, 30 de junho de 2024

Mãe de vereador de São Luís é agredida durante evento da prefeitura na Chácara Itapiracó

Na manhã deste sábado (29), o anúncio de uma obra na Chácara Itapiracó, em São Luís, foi marcado por confusão. O evento, que celebrava o início do asfaltamento das ruas da região, virou palco de uma briga entre apoiadores de dois pré-candidatos.


A situação escalou a ponto de a mãe do vereador Ribeiro Neto ser agredida, levando-a a registrar um Boletim de Ocorrência. Testemunhas relataram que aliados do deputado federal Cleber Verde e apoiadores de Ribeiro Neto começaram a trocar provocações, que rapidamente evoluíram para agressões físicas.


O incidente foi especialmente grave, considerando que o filho de Cleber Verde está em campanha para uma vaga na Câmara Municipal. O prefeito Eduardo Braide, que havia participado da cerimônia, já havia deixado o local antes que as agressões ocorressem.


A confusão gerou grande repercussão nas redes sociais, e muitos moradores de São Luís expressaram sua indignação com a violência presenciada. As autoridades estão investigando o ocorrido, e espera-se que providências sejam tomadas para evitar que situações semelhantes voltem a acontecer em eventos públicos.

NOTA DO VEREADOR RIBEIRO NETO

Eu, vereador Ribeiro Neto, venho a público desmentir a fake news que está circulando sobre uma suposta agressão minha ao prefeito Eduardo Braide. Gostaria de esclarecer que em momento algum houve qualquer tipo de agressão verbal ou física entre nós.


Pelo contrário, cumprimentamo-nos cordialmente antes e durante o evento, estando juntos no palco, empolgados com aquele histórico momento vivido na Chácara Itapiracó.


O que realmente ocorreu é que o deputado Cleber Verde foi constantemente vaiado pelos moradores locais durante o evento, o que causou revolta entre seus assessores

No ápice do evento, quando o prefeito Eduardo Braide e demais agentes públicos estavam prestes a apertar o botão que simbolizava o início das obras, um suposto assessor do deputado federal empurrou minha mãe.


Diante desse incidente, os moradores foram imediatamente questionar o motivo do empurrão, o que desencadeou uma briga generalizada. Durante essa confusão, minha mãe foi novamente vítima, recebendo uma cotovelada.


A ocorrência já foi devidamente encaminhada para os órgãos competentes e quero enfatizar que não tive envolvimento em qualquer tipo de agressão, como comprovam os vídeos que circulam nas redes sociais.


Lamento profundamente todo o ocorrido, pois o que deveria ser um motivo de celebração na Chácara Itapiracó se transformou em um triste episódio, afetando tanto minha mãe, que está abalada com a agressão, quanto todos os moradores que estavam animados para o evento.


Agradeço a compreensão de todos e reforço meu compromisso com a verdade e a justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário