window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-SS4D0CGZVY'); Pastor Moises Martins

Páginas


sábado, 27 de janeiro de 2024

 Decreto Municipal para novos taxis

Segundo a prefeitura, a medida ajusta o serviço de táxi de acordo com as demandas tanto de usuários, quanto de profissionais, já que permite a inserção de diferentes tipos de veículos na prestação desse serviço.



Os motoristas que oferecem serviços de táxi em São Luís estão autorizados a usar outros modelos de veículos para as viagens. A mudança foi estabelecida nesta sexta-feira (26), pelo prefeito de São Luís, Eduardo Braide, por meio de um Decreto Municipal.


decreto estabelece novos parâmetros para os tipos de veículos autorizados a prestarem serviço de táxi na capital maranhense. A partir de agora, os veículos destinados a esse serviço podem se caracterizar como hatch, sedan, station wagon, minivan, SUV, camioneta ou caminhonete cabine dupla, conforme estabelecido no documento."


Uma ótima notícia para os taxistas de São Luís. Com este decreto, os taxistas passam a operar com carros de vários modelos, inclusive o tipo caminhonete cabine dupla e com carroceria. Essa mudança vai atender às demandas crescentes da nossa cidade. Com essas mudanças, buscamos proporcionar aos taxistas e aos usuários um serviço mais adaptável e alinhado às necessidades do dia a dia. A novidade já estará em vigor a partir de sábado (27)”, destacou o prefeito Eduardo Braide.S


egundo a Prefeitura de São Luís, o propósito da medida é ajustar o serviço de táxi de acordo com as demandas tanto de usuários, quanto de profissionais, já que permite a inserção de diferentes tipos de veículos na prestação desse serviço. Com a mudança, será possível transportar um volume maior de bagagens ou de itens com dimensões mais robustas.


É importante ressaltar que não é concedida aos taxistas a permissão para realizar exclusivamente o transporte de carga por meio de fretamento. Isso significa que, conforme as atuais normas vigentes, a atividade principal dos taxistas permanece focada no transporte de passageiros. Essa restrição visa manter a integridade e o foco do serviço de táxi, garantindo a sua destinação principal ao transporte de pessoas na cidade”, explicou o secretário municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Diego Rodrigues.


Para Renato Medeiros, presidente do Sindicato dos Taxistas de São Luís, a mudança é muito importante para a classe de taxistas e essa reivindicação era antiga.


“A ideia nasceu porque em várias capitais do Brasil estas mudanças já foram liberadas e São Luís precisava também”, destacou Medeiros.


Atualmente, São Luís conta com 2.371 taxistas registrados na Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTT).


prefeitura destaca que, antes de adquirir qualquer veículo destinado à prestação de serviço de táxi, é necessário que o interessado consulte a SMTT. A consulta visa verificar a compatibilidade do veículo com o que está disposto no decreto, garantindo que esteja homologado para a categoria desejada, de acordo com os critérios especificados pela legislação.


Essa precaução assegura a conformidade do carro com os requisitos necessários para a prestação do serviço de táxi, conforme estabelecido pelas normas vigentes.







Nenhum comentário:

Postar um comentário