window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-SS4D0CGZVY'); Pastor Moises Martins

Páginas

quinta-feira, 20 de outubro de 2022

Dois suspeitos de assalto morrem e um fica ferido durante confronto com a Polícia Militar em Pedro do Rosário no Maranhão 

Veja os vídeos do tiroteio do confronto 

Nessa segunda (17), dois suspeitos de assaltos foram mortos e um ficou ferido durante um confronto com a Polícia Militar (PM) no município de Pedro do Rosário, na região da Baixada Maranhense.


Os suspeitos foram identificados como Edivan Mendes Reis, de 23 anos, Kauã Vitor Moura Reis, de 16, e João Batista, de 33 anos.

De acordo com a PM, os três homens tentaram assaltar um motociclista na MA-006, no município de Zé Doca, mas a vítima reagiu e acelerou o veículo. Os suspeitos efetuaram um disparo de arma de fogo contra o motociclista e o seguiram pela rodovia, mas ele conseguiu fugir.

No caminho, o trio também assaltou outro motociclista, que teve a carteira e o celular levados, e fizeram um caminhoneiro de refém, por causa de um problema mecânico na motocicleta em que estavam.

Sabendo dessas informações, a PM saiu em diligência e conseguiu alcançá-los. Notando a aproximação da guarnição, o trio pulou do caminhão em movimento e entrou em um matagal. Os policiais conseguiram localizar os suspeitos na estrada que liga o povoado Limoal ao povoado Três Palmeiras.

No entanto, eles não obedeceram a ordem da PM para largarem as armas e atiraram contra os policiais. Os três suspeitos acabaram sendo baleados durante a troca de tiros e foram levados ao Hospital Municipal de Pedro do Rosário.



Os médicos constataram as mortes de Edivan Mendes e Kauã Vitor. Já João Batista sobreviveu e foi encaminhado ao Hospital Regional de Pinheiro, onde se encontra à disposição da Justiça. Com o trio, a polícia apreendeu um revólver calibre 38, uma pistola .380 e dois celulares. O material foi apresentado na Delegacia Regional de Pinheiro.

Com informações do Gilberto Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário