Páginas


terça-feira, 25 de janeiro de 2022

O caso brutal do hoxesual 

Criminoso que matou o travesti em Timon é identificado e localizado, mas polícia não efetua prisão

A Polícia Civil do Maranhão, através da Delegacia de Homicídios de Timon, informou, nessa segunda-feira (24), que já identificou o autor do assassinato do travesti Paulo Paulinha Ferrara.

O travesti foi morto a pedradas e facadas, no domingo (23), na Praça Higino Cunha, no bairro Santo Antônio, em Timon. O jovem Paulo, que usa o codinome de Paulinha sobrevivia vendendo plantas.

As imagens de câmeras de segurança foram importantes para a eleucidação do crime. Tão logo receberam as imagens, os policiais identificaram o autor e o localizaram. A prisão do mesmo não foi realizada porque já havia passado o estado flagrancial.

Foram colhidos vários depoimentos e reconhecimento de autoria. O nome do autor e imagens estão mantidos em sigilo. Ele já responde a processos criminais por roubo, havendo duas sentenças pelo mesmo crime.

Conforme informações da polícia, dinheiro e sandálias da vítima foram subtraídos.

As investigações continuam e o objetivo agora é saber a motivação do crime. A Polícia Civil também aguarda o Laudo Pericial feito no Local de Crime pelo ICRIM.

Com informações do Gilberto Lima 

...................

Postagem relacionada:       

— Crueldade: Travesti é assassinada a facadas e pedradas em Timon


Internado em hospital psiquiátrico Suspeito de assassinar brutalmente o travesti no Maranhão já foi identificado, afirma delegada


O caso brutal do hoxesual Criminoso que matou o travesti em Timon é identificado e localizado, mas polícia não efetua prisão


Nenhum comentário:

Postar um comentário