Páginas


terça-feira, 25 de janeiro de 2022

Bisoro atrás das grades 

Maranhense é preso por calúnia e difamação em SP, após ofender, "os gays, lésbicas e os pretos", moradores do Médio Mearim e do Vale do Pindaré,

Nessa segunda (24), um homem, identificado como José da Silva Frazão, foi preso por calúnia e difamação no Estado de São Paulo.

No vídeo, gravado em São Paulo, José afirma que se candidataria a deputado federal para dividir o Maranhão, e do Estado "seriam expulsos os gays, lésbicas e os pretos".

Segundo informações da Polícia Civil do Maranhão, o homem, que é natural da cidade de Bacabal, no Maranhão, é conhecido por divulgar vídeos nas redes sociais ofendendo várias cidades da região do Médio Mearim e do Vale do Pindaré, entre elas, a cidade de Santa Inês (veja o vídeo acima).


A investigação se iniciou com ameaças, desacato e injúrias proferidas pelo autor contra policiais da Delegacia Regional de Zé Doca. Além disso, a equipe também investiga o homem por proferir discursos racistas e homofóbicos em um vídeo publicado em suas redes sociais.

No vídeo, gravado em São Paulo, José afirma que se candidataria a deputado federal para dividir o Maranhão, e do Estado "seriam expulsos os gays, lésbicas e os pretos".




Diante dos fatos, o homem foi preso pela Polícia Civil do Maranhão em parceria com a Polícia Civil de São Paulo. Ele se encontra à disposição da justiça e as investigações continuam. A Justiça ainda irá decidir se ele irá responder pelos crimes de calúnia e difamação em São Paulo ou no Maranhão.


Postagem relacionada:       

— Crueldade: Travesti é assassinada a facadas e pedradas em Timon


Internado em hospital psiquiátrico Suspeito de assassinar brutalmente o travesti no Maranhão já foi identificado, afirma delegada


Crueldade: Travesti é assassinada a facadas e pedradas em Timon

Nenhum comentário:

Postar um comentário