Páginas


sábado, 11 de dezembro de 2021

 LUTO

Uema divulga nota de pesar sobre a morte da professora Zafira da Silva Almeida

Membro da Academia Maranhense de Ciências, Zafira era uma das mais destacadas pesquisadoras do Maranhão 



A professora Zafira da Silva de Almeida morreu na manhã deste sábado (11). A informação foi divulgada por meio das redes sociais da Universidade Estadual do Maranhão (Uema).

Zafira da Silva era membro da Academia Maranhense de Ciências, uma das mais destacadas pesquisadoras do Maranhão, Zafira recebeu vários prêmios e honrarias em reconhecimento à sua trajetória acadêmica.

A professora era graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Maranhão, Mestre em Oceanografia pela Universidade Federal de Pernambuco e Doutora em Zoologia pela Universidade Federal do Pará/Museu Emilio Goeldi.

Em nota, a Uema afirma que Zafira da Silva era “exemplo de amor à vida, de alegria, de companheirismo, de entrega e de compromisso com a profissão”.

Leia a nota na íntegra:

A Universidade Estadual do Maranhão manifesta profundo pesar pelo falecimento da professora ZAFIRA DA SILVA DE ALMEIDA, ocorrido na manhã deste sábado, 11 de dezembro.


Leia a nota na íntegra:

A Universidade Estadual do Maranhão manifesta profundo pesar pelo falecimento da professora ZAFIRA DA SILVA DE ALMEIDA, ocorrido na manhã deste sábado, 11 de dezembro.

Zafira era graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Maranhão, Mestre em Oceanografia pela Universidade Federal de Pernambuco e Doutora em Zoologia pela Universidade Federal do Pará/Museu Emilio Goeldi.

Na UEMA, foi fundadora e diretora do Curso de Ciências Biológicas do Cecen. Coordenou o curso de Especialização em Educação Ambiental. Chefiou o Laboratório de Pesca e Ecologia Aquática. Docente e orientadora dos Programas de Pós-Graduação em Ciência Animal, Recursos Aquáticos e Pesca e da Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal (BIONORTE). Foi Assessora de Gestão Ambiental (2015/2018) e Pró-Reitora de Graduação(2019-2021).

Membro da Academia Maranhense de Ciências, uma das mais destacadas pesquisadoras do Maranhão, Zafira recebeu vários prêmios e honrarias em reconhecimento à sua trajetória acadêmica, com destaque à Medalha Gomes de Sousa de Mérito Acadêmico da UEMA e ao prêmio FAPEMA 2021.

Professora Zafira exerceu a docência com plenitude, de modo abnegado e integral. Dedicou-se com paixão e entusiasmo a tudo que realizou como mulher, educadora e pesquisadora. Inspirou colegas e estudantes, ensinou e aprendeu, viveu com intensidade o mundo da ciência e da natureza. Autora de intensa produção científica, contribuiu exemplarmente para a consolidação acadêmica da Universidade Estadual do Maranhão.

Exemplo de amor à vida, de alegria, de companheirismo, de entrega e de compromisso com a profissão, deixa um legado singular para todos que tiveram o privilégio de conhecê-la e uma lacuna impreenchível na nossa universidade.

A UEMA solidariza-se com Claudio, seus filhos, familiares e amigos, na certeza de que o exemplo virtuoso de Zafira haverá de lhes trazer paz e conforto.

São Luís, 11 de dezembro de 2021.

Prof. Gustavo Pereira da Costa
Reitor

Com informações do O Imparcial 

Nenhum comentário:

Postar um comentário