Páginas


quarta-feira, 20 de outubro de 2021

 

Senadora Eliziane Gama destaca trabalho na CPI mesmo sem espaço às mulheres

A senadora maranhense Eliziane Gama (Cidadania) lamentou que nenhuma mulher tenha participado como titular ou suplente da CPI da Pandemia e defendeu maior representatividade da mulher na política.

Ainda assim, Eliziane lembrou que conquistou o seu espaço e acabou dando contribuição importante à CPI.

“A CPI da Covid entrou na reta final. Não tivemos vaga como titular ou suplente, nosso lugar foi conquistado com luta, exatamente como ocorre com todas as mulheres na sociedade. Os resultados mostram que as mulheres não podem mais ser alijadas de exercer sua representatividade”, afirmou.

Eliziane destacou ainda que teve o seu nome citado 35 vezes e que contribuiu em 47 páginas do relatório apresentado hoje pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL))

“Mesmo sem vaga formal na CPI, nosso nome foi citado 35 vezes e 47 páginas designadas para nossa contribuição no relatório final da CPI. Durante 6 meses, mostramos negligências, casos de corrupção. A CPI lançou luz sobre um dos momentos mais tristes de nossa história”, finalizou Eliziane.

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário