sábado, 1 de junho de 2019

Eudes Sampaio intermédiou o Acelera Microcrédito, em parceria da Prefeitura de Ribamar  e BNB visam melhorar economia local


Crediamigo



















Na manhã desta sexta-feira (31), o Prefeito Eudes Sampaio, participou da solenidade de apresentação do Programa de Microcrédito do Empreendedor,do Banco do Nordeste (BNB), que tem por objetivo ajudar o empreendedor individual a expandir e aprimorar seus negócios.
A ação é realizada em parceria com instituições como Sebrae, Senac e empresários locais. A prefeitura de São José de Ribamar é parceira como intermediadora e consultora de projetos
O microcrédito tem como característica o acompanhamento aos empreendedores por parte de um profissional, com orientações individualizadas para melhor aplicação do recurso. Em São José de Ribamar, desde a implantação do Banco do Nordeste, já foram aportados mais de 100 Milhões, por meio de 45 mil operações, através do Crediamigo.
O prefeito Eudes Sampaio explicou que o objetivo do programa é trazer também o micro e pequeno empresário para a forte competitividade do mercado, assim estimulando a concorrência e o crescimento empresarial.
“As pequenas empresas são responsáveis pelo giro da economia, por isso, além de aportar recursos, é preciso aportar conhecimento. O Banco do Nordeste é um grande parceiro, neste sentido, coloco a prefeitura a disposição, com o objetivo de potencializar o crescimento e o desenvolvimento deste setor", disse o gestor.
Para o gerente estadual do Crediamigo, Marco Aurélio Ramos, o Programa de Microcrédito possibilita que a gestão estimule o micro empreendedorismo no município, colaborando com a realização de sonhos e estabelecimento de parcerias entre órgãos. "Nosso papel é desenvolver uma nova economia na região. E é o que estamos fazendo. Se faltava apoio do governo, agora não falta mais, e é isso que estamos vendo hoje aqui, um incentivo do Poder Público", disse.
O programa atende pessoas que trabalham por conta própria, individualmente ou reunidos em grupos solidários, que atuam nos setores informal ou formal da economia, no comércio, serviços e indústria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário