window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-SS4D0CGZVY'); Pastor Moises Martins

Páginas


sábado, 22 de junho de 2024

 Dono de restaurante é preso por latrocínio de mais de R$ 500 mil contra idoso.

Em 2016, Cláudio e mais três pessoas abordaram a vítima em frente à sua residência e anunciaram o roubo. A vítima foi morta com quatro tiros, dois na cabeça, um no braço e outro no tórax.


Foi preso nesta terça-feira (17) o empresário Cláudio Alberto da Silva na cidade de Manaus (AM) por envolvimento no latrocínio de Laelson Bezerra da Silva. Ele roubou cerca de R$ 500 mil da vítima e, após o crime, abriu um restaurante de comidas típicas nordestinas. O caso aconteceu no dia 1° de novembro de 2016, em Pernambuco.

COMO FOI O CRIME?

No dia em questão, Cláudio e mais três pessoas abordaram o comerciante Laelson em frente à sua residência e anunciaram o roubo. A vítima, de 67 anos, foi morta com quatro tiros, dois na cabeça, um no braço e outro no tórax.


Após o crime, o empresário teria fugido para Manaus, onde abriu um restaurante temático no bairro Vieiralves, Zona Centro-Sul da capital amazonense. Ele também tinha um estabelecimento comercial em Goiânia (PE), segundo o delegado Cícero Túlio, titular do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP). 


PRISÃO DOS ENVOLVIDOS

O filho do empresário, Cláudio Alberto da Silva Júnior, de 28 anos, foi preso ainda no ano corrente do crime. Ainda conforme o delegado, o criminoso alega informalmente que não teria participado do crime e que quem teria efetuado esse crime seria o irmão dele e um segurança que já estão presos. 


Cláudio Alberto da Silva, que estava foragido por oito anos, foi condenado a 18 anos por latrocínio e ficará à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário