window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-SS4D0CGZVY'); Pastor Moises Martins

Páginas

domingo, 18 de fevereiro de 2024

SUICIDO E HOMICIDIO

Major agride esposa, mata porteiro e tira a própria vida em Pernambuco

O caso será investigado pela Polícia Civil de Pernambuco. Os corpos foram encaminhados para o IML - Instituto Médico Legal.


Na noite desta sexta-feira (16), um major médico da reserva da Polícia Militar de Pernambuco agrediu a esposa e matou o porteiro do prédio onde morava, no bairro de Boa Viagem, na zona sul do Recife. A ação foi registrada por câmeras de segurança.

De acordo com a PM, após o crime, o major, de 60 anos, teria fugido para o seu apartamento. Na ocasião, os agentes foram acionados para atender a ocorrência, porém, o homem foi encontrado morto.

Nas imagens, é possível ver que o agressor desce para falar com o porteiro e, em seguida, atira. O major puxa um revólver da cintura e aponta para o funcionário, identificado como José Washington de Santana, 53, que tenta se proteger. Em seguida, o oficial atira duas vezes contra ele, que morre imediatamente.


Antes de cometer o homicídio, o major, que não teve o nome divulgado, teria agredido a esposa, informou a PMPE. O autor era major da reserva remunerada do quadro de oficiais médicos.

O caso será investigado pela Polícia Civil de Pernambuco. Os corpos foram encaminhados para o IML - Instituto Médico Legal e um inquérito policial foi instaurado. "Maiores informações poderão ser repassadas após a completa elucidação dos fatos", informou a corporação.


O Sindicato dos Trabalhadores em Condomínios de Pernambuco convocou um protesto pela morte de José Washington de Santana. Em nota, o órgão informou que está em luto "pela morte trágica" do porteiro. O ato foi marcado para a segunda (19), às 7h, em frente ao edifício onde ocorreu o crime.




Nenhum comentário:

Postar um comentário