window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-SS4D0CGZVY'); Pastor Moises Martins

Páginas

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2024

Criminosos invadem festa, abrem fogo, e matam cantor de pagode e DJs no Rio de Janeiro

O ataque ocorreu enquanto um grupo de pagode se apresentava na festa, que ocorre regularmente nos finais de semana no local.

Na noite deste domingo(19), dois DJs e um cantor de pagode e uma mulher foram mortos durante uma invasão de criminosos rivais na comunidade do Catiri, em Bangu, Zona Oeste do Rio de Janeiro. As vítimas estavam em uma festa dentro de um sítio na comunidade quando criminosos da Vila Kennedy local dominado pelo Terceiro Comando Puro (TCP).

Os invasores do Comando Vermelho (CV) da Vila Kennedy, abriram fogo contra os frequentadores da festa. Pelo menos quatro pessoas foram atingidas por disparos. O ataque ocorreu enquanto um grupo de pagode se apresentava na festa, que ocorre regularmente nos finais de semana no local. 

Os DJs Aléx e Lorran Oliveira dos Santos, de 34 anos, que estavam atuando na festa, foram atingidos e faleceram. Jeferson Caíque Gonçalves de Oliveira, cantor de pagode de 30 anos, também foi baleado na barriga e na coxa, sendo encaminhado pela PM para o Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, onde permanece internado. Jéssica Monteiro Silva, de 25 anos, também foi baleada e levada para o Albert Schweitzer por meios próprios, conforme a Polícia Militar. Ela também está hospitalizada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário