window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-SS4D0CGZVY'); Pastor Moises Martins

Páginas

terça-feira, 23 de janeiro de 2024

Motorista de ônibus é executado com um tiro na cabeça em São Luís

O Sindicato dos Rodoviários confirmou, na noite desta segunda-feira (22), a morte do motorista de ônibus Francisco  Vale Silva.

O motorista foi executado dentro de um ônibus da Primor, próximo à rodoviária de São Luís, na avenida dos Franceses.

Nas redes sociais, o governador Carlos Brandão disse que determinou imediata investigação para que os criminosos sejam presos o quanto antes.

“Inadmissível um trabalhador perder a vida dessa forma. Meus sentimentos à família e aos amigos do motorista Francisco Vale da Silva. Nosso sistema de segurança segue nas ruas, intensificando o policiamento para prender os culpados e garantir paz à população.Determinei imediata investigação para que os criminosos sejam presos o quanto antes. Temos trabalhado de forma integrada para fortalecer a segurança e não pouparemos esforços na busca pela justiça”, afirmou o governador Carlos Brandão.

Nota do Sindicato

“É com profundo pesar que o Sindicato dos Rodoviários vem a público manifestar sua consternação diante dos recentes acontecimentos que abalaram nossa categoria e a sociedade como um todo.

Hoje, perdemos um dos nossos, um colega de trabalho dedicado e conhecido carinhosamente como Baixinho, Francisco Vale Silva, motorista da empresa Maranhense. Francisco foi vítima de uma execução cruel durante um assalto próximo à rodoviária, na avenida dos Franceses. O crime ocorreu dentro de um coletivo, quando, a sangue frio, os assaltantes atravessaram o canteiro central dirigindo na contramão, subtraindo a renda do dia e pertences dos usuários do transporte coletivo.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Marcelo Brito, juntamente com os diretores sindicais, esteve no local imediatamente após saber do ocorrido, oferecendo toda assistência necessária. Infelizmente, Francisco veio a óbito, deixando uma lacuna irreparável em nossa comunidade de trabalhadores.

Além desse trágico episódio, registramos com profundo repúdio o segundo assalto a um coletivo nesta mesma noite, próximo ao Shopping Rio Anil, na Avenida São Luís Rei de França. Mais uma vez, toda a renda do ônibus e pertences dos passageiros foram levados.

A insegurança que assola nossa cidade não pode ser tolerada. Diante destes fatos lamentáveis, convocamos uma reunião extraordinária com a diretoria nesta terça-feira (23) para tomar as devidas providências. É imprescindível que as autoridades competentes atuem de maneira eficaz para garantir a segurança não apenas dos trabalhadores rodoviários, mas de toda a população que depende do transporte público.

Expressamos nossas mais sinceras condolências à família de Francisco Vale Silva e reafirmamos nosso compromisso em lutar por condições dignas e seguras para todos os rodoviários e usuários do transporte coletivo”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário