window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-SS4D0CGZVY'); Pastor Moises Martins

Páginas

sexta-feira, 18 de agosto de 2023

PESQUISA INDICA EDIVALDO HOLANDA VIVO NA DISPUTA PELA PREFEITURA MESMO SEM CONFIRMAR CANDIDATURA

A pesquisa do Data Ilha para Prefeitura de São Luís divulgada nesta quinta-feira (17) repetiu o cenário de sondagens anteriores de institutos que foram a campo avaliar a tendência do eleitorado sobre a sucessão. O quadro continua inalterado com o prefeito Eduardo Braide (PSD) liderando com 26%, o deputado federal Duarte Junior (PSB) em segundo lugar com 17% e ex-prefeito Edivaldo Holanda Junior (sem partido) com 11% de intenção de votos.

Nenhuma surpresa se levarmos em consideração que Braide e Duarte disputaram o segundo turno da eleição em 2020 e o prefeito é candidato à reeleição, mas o fato do ex-prefeito Edivaldo sem dar uma única palavra se pretende ou não disputar novamente o cargo continuar em terceiro lugar com 11% de preferência do eleitorado mostra que ex-prefeito continua vivo politicamente.

A pesquisa, embora ainda esteja muito distante da eleição e tudo pode ocorrer ao longo de uma campanha que promete ser bastante disputada. indica que Edivaldo, caso resolva concorrer a um terceiro mandato pode surpreender, pois mantem um vínculo forte com uma fatia significativa da população. Sua gestão, por exemplo, teve a aprovação de mais 70% de população, segundo aferiram os institutos que fizeram levantamento ao final do seu segundo mandato.

Edivaldo, sem anunciar pré-candidatura, continua na frente de Neto Evangelista (7,3%), Wellington do Curso (6,3%), Carlos Lula (6,2%), Paulo Victor (4,5%) e Yglésio Moises (4%), todos com mandatos e em pré-campanha pela prefeitura da capital, o que revela o potencial do ex-prefeito.

Os únicos movimentos políticos que Edivaldo fez após entregar o cargo para o sucessor em janeiro de 2021 foram uma visita de cortesia ao governador Carlos Brandão (PSB), tornada pública através da rede social, e uma reunião com dirigentes da Federação PT/PCdoB/PV onde trataram de assuntos relacionados à política local, mas sem entrar na questão candidatura.

Pelo que estão revelando as sondagens, Edivaldo continua no jogo e pode crescer se confirmar a candidatura.

O Data Ilha ouviu 1.069 entre os dias 11 e 12 de agosto e identificou também um expressivo contingentes de 13,5% de eleitores que não votarias em nenhum dos candidatos apresentados, outros 4,5% não souberam ou não responderam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário