window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-SS4D0CGZVY'); Pastor Moises Martins

Páginas

sexta-feira, 28 de outubro de 2022

Ex-vereador do PT é assassinado a tiros em São Paulo 

Foi assassinado na tarde desta sexta-feira (28) o ex-vereador Zezinho do PT, de 51 anos, no município de Jandira, na Grande São Paulo.

O crime ocorreu por volta das 17h25 na Rua Francisco Tomás da Silva, no Jardim Gabriela.

Testemunhas disseram que uma pessoa armada dentro de um veículo aproximou-se da vítima e atirou à queima-roupa. A Guarda Civil Metropolitana da cidade ainda não sabe a causa do crime.

Zezinho era um vereador bastante atuante no combate à corrupção, em áreas como a Saúde e nas compras da Prefeitura. Ele concorreu, sem sucesso, à Câmara dos Deputados, tendo obtido 8.858 votos. Em 2020, foi candidato à prefeitura da cidade e obteve 10,56% dos votos válidos, tendo obtido a terceira colocação.

Ele era cabo eleitoral de Fernando Haddad e Lula na cidade e aparece em várias imagens postadas nas redes sociais na última semana fazendo campanha para ambos.

“Ele fazia muitas denúncias e a gente já entrou em contato com o doutor Nico [Osvaldo Nico Gonçalves, delegado-geral da Polícia Civil de SP], para pedir uma investigação”, disse o deputado estadual Emídio de Souza, coordenador da campanha de Haddad, à TV Globo.

Nas redes sociais, lideranças da esquerda falaram em violência política e pedem investigação urgente.

“MAIS UM CRIME POLÍTICO! O companheiro Zezinho do PT, liderança de esquerda em Jandira, foi assassinado hoje em frente à sua casa. Nossa solidariedade aos familiares e amigos. E que o Estado investigue com rapidez e encontre os criminosos. Chega de violência política!”, disse o deputado federal eleito Guilherme Boulos, do PSOL. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário