window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-SS4D0CGZVY'); Pastor Moises Martins

Páginas

segunda-feira, 26 de setembro de 2022

Edivaldo Holanda Júnior pretende criar auxílio emergencial e comenta falhas na obra da fonte do Bispo: 'como prefeito, já teria entregado'

Candidato ao governo do Maranhão foi o sétimo a participar da série de entrevistas no JMTV 1ª edição. Edivaldo Holanda disse que, se eleito, pretende investir em infraestrutura para gerar empregos no Estado.


O candidato Edivaldo Holanda Júnior (PSD), concedeu entrevista ao vivo no JMTV 1ª edição, nesta segunda-feira (19). Durante o momento, ele apresentou suas propostas, caso seja eleito.

Desvios na saúde

Durante o último ano da gestão de Edivaldo Holanda Júnior, a secretaria Municipal de Saúde esteve envolvida em um escândalo, investigado pela Polícia Federal, com relação a desvio de recursos de verbas públicas durante a pandemia de Covid-19.

O candidato foi questionado se a situação não poderia atrapalhar sua campanha rumo ao Governo do Estado. Ele explicou que, como gestor da Prefeitura de São Luís, fez uma administração transparente e ainda contribuiu com as investigações.

“Como todo gestor sério faz, eu mandei auditar os processos e entreguei para a Polícia Federal, para o Ministério Público Federal e para a Justiça Federal. A minha gestão foi uma das mais transparentes da história da cidade, premiada pelos portais, pela CGU, saindo da nota zero para a nota 10, ao longo dos oito anos de gestão. Uma gestão séria, onde fiz muito pela cidade e apliquei os recursos da forma correta”, disse.

Emprego, renda e desenvolvimento

O candidato do PSD foi questionado sobre suas propostas para a área de emprego e renda. Edivaldo disse que, caso eleito, deve implantar um programa de desenvolvimento que dar oportunidade de emprego para os maranhenses e fazer com que o estado avance na infraestrutura.

“Outro ponto importante desse programa é o 'Emprego Já'. Vou levar uma série de obras importantes para vários pontos do estado, assim como fiz na cidade de São Luís, onde implantei drenagem profunda, construí mercados, transformei a vida das pessoas para melhor e desta forma, vou gerar emprego direito. E vai ter um lugar para você que é mulher, você vai ser capacitada por meio do programa 'Mulheres nas Obras', onde essas vagas de emprego que vão surgir com as obras, serão para você, para que você possa trabalhar”, disse.

Edivaldo Holanda também afirmou, que caso eleito, vai trabalhar para trazer grandes indústrias para o Maranhão e dar qualificação para jovens por meio de cursos profissionalizantes.

“Um outro ponto importante é o 'Mais Indústrias', onde vamos trazer mais indústrias para o Maranhão, criando polos, centros de capacitação para poder capacitar a nossa gente, para que as pessoas que moram aqui, a nossa gente, sejam capacitadas com esses empregos que vão surgir. O 'Treinar para Empregar, você jovem vai poder participar de três meses de um curso de capacitação, onde o governo do Estado, terá parcerias com as empresas e após esse curso, que irá suprir os três meses de carência que toda empresa cobra, você poderá sair empregado para essas empresas onde o governo terá parceria com elas. Nós vamos resolver essa situação, vamos gerar emprego e renda para o nosso povo, para a nossa gente”, explicou.


Promessas não cumpridas

Um levantamento feito pelo g1 apontou, que no segundo e último mandato, Edivaldo Holanda Júnior como prefeito de São Luís, não cumpriu nem metade das promessas de campanha.

Questionado sobre os números, o candidato disse que o ‘pouco que ele não fez, é insignificante’ perto do que ele construiu como prefeito da capital maranhense. Em sua fala, ele citou alguns dos projetos que foram implementados na cidade.

“O pouco que eu não fiz, ele é insignificante diante do muito do já feito pela cidade de São Luís. Eu fiz muito pela cidade de São Luís, pela minha cidade de São Luís. Saí com mais de 70% de aprovação desta cidade. Fiz muito, levei mais de cinco mil ruas asfaltadas para os bairros, urbanizei os bairros, lugares que eram só lama. Foram mais de 100 km de drenagem profunda. Na área da saúde, eu modernizei o Hospital da Mulher, levando o hospital a ser referência no Estado do Maranhão. Eu criei o 'Núcleo do Homem', com diversas especialidades, eu criei a 'UPA da Zona Rural', atendendo toda zona rural da cidade de São Luís. Eu revitalizei a maternidade Nassira Assub, com parto humanizado para as mulheres, eu reduzi a fila do Socorrão em mais de 70%, eu trabalhei para descentralizar o serviço do SAMU, que quando eu recebi, estava sucateado. Na área da educação, tive oportunidade de elevar o IDEB, de poder reduzir o índice de analfabetismo na nossa rede, tive a oportunidade de fazer a compra local dos produtores para poder colocar na merenda das crianças”, explicou.


Assistência social

Edivaldo Holanda disse que, se eleito, pretende implementar o ‘Auxílio Maranhão’, programa social semelhante ao que foi implementado na pandemia de Covid-19, em São Luís. O dinheiro era destinado para famílias em extrema vulnerabilidade social na capital maranhense.

“Tive a oportunidade de criar o auxílio emergencial na pandemia de Covid-19 e vou criar o 'Auxílio Maranhão'. Esse auxílio que criei na Prefeitura de São Luís, irei criar no governo do Estado, para colocar comida na mesa daqueles que mais precisam. E é para transformar a realidade dessas pessoas, é que eu quero ser governador do meu Estado. Por isso conto com a confiança de cada um dos meus amigos”, disse.

Obras na Fonte do Bispo

O ex-prefeito de São Luís é conhecido pelas obras e inaugurações de praças. No último ano da sua gestão, ele inaugurou a obra da ‘Fonte do Bispo’, que meses após ser entregue à população, enfrentou sérios problemas de infraestrutura e parte do serviço foi levado pela água da chuva.

Questionado sobre a qualidade da obra e o impacto que isso teria na sua campanha, Edivaldo lamentou que o serviço não tenha sido de qualidade e disse que a atual gestão tem demorado para entregar a obra, diferentemente do que aconteceria caso ele ainda estivesse à frente da gestão municipal.

"Uma grande obra esperada há cerca de 40 anos pela população, de urbanização daquele espaço. Infelizmente, depois da minha saída da prefeitura, teve um trecho que teve problema. Se eu tivesse na gestão, eu te garanto que em 45 dias a Fonte do Bispo estaria entregue. Infelizmente a atual gestão tem levado dois anos para poder fazer o que poderia ter sido feito em 45 ou 60 dias. Então eu posso dizer que é uma grande obra, que infelizmente aconteceu aquela situação naquele trecho, e bastava a gestão atual acionar a empresa para fazer o serviço mais rápido possível. Como prefeito, eu já teria entregado e resolvido essa situação", explicou.

Concurso público

Em seu programa de governo, Edivaldo Holanda promete realizar concursos públicos. Entretanto, o candidato não especifica para quais áreas as provas serão feitas. Questionado, ele disse que vai realizar o certame de acordo com as necessidades do estado.

"Um bom gestor ao sentar na cadeira, ele tem que olhar as necessidades e dar o encaminhamento necessário, assim como fiz na prefeitura de São Luís, em várias áreas", disse.

Por que ser governador do Maranhão

O candidato do PSD foi questionado, pelo JM1, sobre as razões que ele tem para ser governador do Maranhão. Em seu discurso, o candidato apresentou propostas.

"Recebi, naquele momento, uma prefeitura com 2 bilhões de dívidas, muito desorganizada. E o nosso objetivo, naquele momento, foi de organizar a casa. Colocamos as contas em dia e parti para trabalhar. Trabalhando durante oito anos e deixando muitas obras importantes para essa cidade. A exemplo de mais cinco mil ruas asfaltadas, ônibus com ar condicionado no qual implantamos 400, drenagem fiz mais de 100 km de drenagem profunda, revitalizei o Centro Histórico, coloquei fim ao lixão da Ribeira, construí Ecopontos, construí mercados, construí pontes, construí mais de 200 praças, urbanizei mais de 200 bairros. Enfim, tenho hoje a experiência e o trabalho necessário para oferecer para a população do Maranhão. Quero ser governador para melhorar sua vida, para fazer o que fiz na cidade de São Luís. E aproveitar para falar da nossa candidata a vice-governadora, que vem da região Tocantina, que vem de Imperatriz, de uma cidade importante e de uma região importante. Então, poder caminhar o Maranhão e levar nossa mensagem para as pessoas e dizer: queremos fazer pelo Estado do Maranhão o que eu fiz como prefeito de São Luís", disse.

Considerações finais

Ao fim da entrevista, o candidato teve um minuto para suas considerações finais. Em sua fala, Edivaldo Holanda Júnior agradeceu o espaço para o debate das suas ideias para o Maranhão e afirmou que, se eleito, deve implementar muitas obras na capital maranhense.

"Quero ser governador do Maranhão para fazer muito pelo nosso Estado. Para implantar o auxílio Maranhão, para poder implantar o 'Emprego Já' e um mutirão de obras em todo o estado, para implantar o Mais Indústrias, gerando emprego e renda, para você que está desempregado. Para implantar o programa 'Treinar para Empregar', para você jovem que está desempregado, para que você possa ser encaminhado para empresas. Sou político porque amo, por vocação e quero ser governador para transformar sua vida. Que Deus possa abençoar o nosso estado e as vidas do Maranhão", finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário