Páginas


quinta-feira, 19 de maio de 2022

Igreja ao lado de delegacia de Polícia Civil é furtada 7 vezes em uma semana

Padre diz que fiéis estão deixando de frequentar missas

Paróquia em São Gonçalo é furtada sete vezes em uma semana |  Foto: Marcelo Tavares
 

A paróquia Nossa Senhora das Neves em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, foi furtada sete vezes em apenas uma semana. A igreja fica ao lado de uma delegacia da Polícia Civil, porém isso não inibiu a ação dos criminosos.

De acordo com o padre Ricardo Dias, os suspeitos pularam o muro lateral da igreja e entraram no almoxarifado. Eles levaram portas, janelas e luminárias de alumínio. O prejuízo gira em torno de R$ 5 mil.

"Eles tentaram até furtar o portão da garagem da residência paroquial, mas ouvi o barulho, acendi a luz e logo depois fugiram", contou.

Os furtos acontecem em horários de pouca movimentação na rua, entre às 4h e 5h. 

A pároco revela que, por conta da sensação de insegurança, alguns fiéis tem deixado de frequentar a igreja. As missas de domingo tiveram seus horários alterados e acontecem apenas pela manhã. 

A Polícia Militar informou que uma equipe do batalhão de São Gonçalo (7° BPM) vai reforçar o policiamento na região.

A PM ressalta que os furtos são cometidos, em sua maioria, por indivíduos em situação de rua e de vulnerabilidade social.

Nos casos envolvendo somente vulnerabilidade social e pessoas em situação de rua, a PM atua em apoio aos órgãos municipais e estaduais em ações de acolhimento.

De acordo com a delegada da 73ªDP, Camila Meireles, há pretensão de operação nos ferros velhos da região. No entanto, o maior problema encontra-se na identificação dos bens furtados, pois a paróquia não consegue identificar os bens individualmente.


Procurada, a Polícia Civil explicou que "a 73ª DP está investigando o caso e diligências estão sendo realizadas para identificar e prender os criminosos. Vale destacar que por mais que a Polícia Civil investigue e prenda esses furtadores, a manutenção dessa prisão é praticamente impossível pois as leis atuais são brandas com o crime de furto, fazendo com que o criminoso não fique preso e se sinta cada vez mais à vontade para praticar novos delitos". 

Veja as da igreja depois dos 7 assaltos em uma semana.






Postagem relacionada:

— Mulher morre após se jogar pela janela de ônibus durante assalto na Estrada de Ribamar

— Funcionário do Mateus morre após ser baleado durante assalto a ônibus em Pedrinhas na Zona Rural, em São Luís; veja o vídeo

— Motorista de ônibus é esfaqueado ao reagir a assalto na Avenida Guajajaras, em São Luís; veja o vídeo

— Vereadora é vítima de vazamento de vídeo íntimo, a jovem parlamentar pensou em suicídio

— Policiais Rodoviários Federais são mortos a tiros veja o vídeo, suspeito também foi atingido e não resistiu


Nenhum comentário:

Postar um comentário