Páginas


segunda-feira, 7 de março de 2022

Funcionário público é preso após ser condenado a 13 anos de reclusão por estupro de vulnerável em Imperatriz

Um homem, de iniciais W.G.M., foi preso por policiais civis de Imperatriz após ser condenado a 13 anos, 3 meses e 22 dias de reclusão por estupro de vulnerável

O crime este previsto no art. 217-A do Código Penal (ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos. Pena - reclusão, de 8 a 15 anos).

O mandado de prisão foi cumprido pela 10ª Delegacia Regional, por intermédio do Grupo de Pronto Emprego/GPE.

O estuprador, servidor público de Imperatriz, foi preso no seu local de trabalho. Ele vai cumprir a pena em regime fechado.

Os atos libidinosos contra uma menor, de 10 anos, ocorreram durante o ano de 2016, sendo que foram descobertos somente no início de 2017. A vítima é parente próxima do estuprador.

Após a prisão, o condenado foi levado à Delegacia Regional de Imperatriz, onde encontra-se à disposição da Justiça.

Por Gilberto Lima 


Nenhum comentário:

Postar um comentário