Páginas


sábado, 12 de fevereiro de 2022

Vídeo da tragédia anunciada 

Urgente: Barco de dois andares flutuante com banda e show ao vivo naufraga no Rio Tocantins em Imperatriz

VÍDEO: Flutuante afunda parcialmente no rio Tocantins durante festa de aniversário em Imperatriz

Segundo o Corpo de Bombeiros do Maranhão, os participantes da festa foram resgatados em pequenas embarcações e ninguém ficou ferido.

Na noite desse sábado (12), um flutuante afundou parcialmente nas águas do rio Tocantins, às margens da avenida Beira Rio, na região do Cais do Porto em Imperatriz, na região Tocantina. No momento do acidente, estava sendo realizada uma festa de aniversário, com show ao vivo, na embarcação.


Veja o vídeo do naufrágio...


Segundo informações do 3º Batalhão de Bombeiros Militar (3º BBM), por volta das 20h, durante o show, o flutuante começou a afundar, e as pessoas que estavam no local tiveram que ser retiradas com auxílio de pequenos barcos e motos aquáticas.



Ainda de acordo com o 3º BBM, o flutuante denominado de "Comandante Júlio" ficou com uma das laterais imersa no rio, e todas as pessoas que estavam no local foram resgatadas sem ferimentos



“Nós recebemos o chamado via Polícia Militar, nos deslocamos para verificar o fato e chegamos no local. O pessoal tava tentando resgatar os bens que sobraram, graças a Deus sem vítima. Comunicamos os órgãos competentes, Marinha e Defesa Civil, e a continuidade é com eles”, disse o tenente Bruxel do Corpo de Bombeiros.
Segundo os levantamentos feito pelo Corpo de Bombeiros, no momento do naufrágio, muitas pessoas estavam na embarcação, quando uma das cordas usadas para ancorar o flutuante teria se rompido e ele começou a afundar de forma lenta.

Pequenas embarcações e motoaquáticas foram utilizadas para retirar as pessoas do local. As vítimas foram todas levadas à margem do rio Tocantins em segurança, não havendo feridos.

Além dos bombeiros, a Defesa Civil do município também esteve no local para auxiliar no resgate.

A investigação do caso foi repassada para a Marinha. De acordo com o órgão, será aberto um inquérito para investigar o acidente, analisando a quantidade de pessoas que estavam no flutuante e se a embarcação tinha condições de funcionamento.


“Essa embarcação está em processo de regularização na Marinha do Brasil, ela deu entrada em seus documentos e tem 60 dias para regularização. Temos que verificar a quantidade de tripulantes, passageiros que estavam autorizados para ela, e também tem que ser verificado, a partir do inquérito administrativo que será aberto, a quantidade de pessoas que estavam no momento. Se tinha mais pessoas, esta embarcação está incorrendo numa contravenção. Ela estava autorizada a ficar no cais”, informou o capitão Ariel, agente fluvial da Marinha em Imperatriz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário