Páginas


sábado, 19 de fevereiro de 2022

Rodoviários recuam e desistem de greve em São Luís; sindicato pede revogação de prisão de diretores

Após a divulgação de uma nota, neste sábado (19), onde confirmavam que continuariam em greve, após 80% da frota volta a circular, os rodoviários de São Luís decidiram, no fim da tarde, suspender o movimento, que já estava no quarto dia.

Em comunicado ao SET, os rodoviários informaram que seguirão debatendo a questão salarial e solicitaram audiências com os patrões para a segunda-feira (21).

Após a confirmação da paralisação do movimento, os trabalhadores também protocolaram no TRT um pedido de revogação da prisão de diretores do Sindicato dos Rodoviários determinada pela desembargadora Solange de Castro.

Os alvos de prisões são o presidente, o vice-presidente, o secretário-geral, o secretário de Finanças, o secretário de Administração, o secretário de Imprensa e Comunicação, o secretário de Assuntos jurídicos e Relações Trabalhistas, a secretária da Mulher, o secretário de Formação Sindical, o secretário de Higiene, Segurança e medicina do Trabalho, o secretário de Estudos Sócio-Econômicos e Transportes, o secretário de Políticas Sociais, o secretário de Cultura, o secretário de Esporte e Lazer e o secretário de Coordenação Política.

Veja o vídeo 



Nenhum comentário:

Postar um comentário