Páginas


quarta-feira, 16 de fevereiro de 2022

Entidades se mobilizam para ajudar vítimas das chuvas em Petrópolis, veja os vídeos da tragédia 

Trabalhos incluem identificação e liberação de corpos no IML

Cresce o número de vítimas da chuva torrencial que atingiu Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, na tarde de ontem (16). A tempestade causou destruição em diversas localidades, com transbordamento de rios, deslizamentos de encostas e alagamentos. Últimos informes dão conta de 99 mortes e número não informado de desaparecidos. 




Órgãos públicos e associações de diversos setores anunciaram medidas para reunir doações e ajudar no atendimento às vítimas da chuva torrencial que atingiu Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, na tarde de ontem (16). A tempestade causou destruição em diversas localidades, com transbordamento de rios, deslizamentos de encostas e alagamentos. Últimos informes dão conta de 99 mortes e número não informado de desaparecidos. 

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro organizou um mutirão com os juízes para agilizar e ordenar os documentos necessários para a identificação e liberação de corpos no Instituto Médico Legal (IML). Por causa dos danos causados à infraestrutura da cidade, os fóruns não funcionaram nesta quarta-feira, e os prazos processuais foram suspensos.

A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro enviou uma unidade móvel com defensores e servidores para o IML com o objetivo de acompanhar o trabalho de identificação dos corpos. Além disso, foram montados postos de atendimento no NPAs Centro (Rua Dr. Nelson de Sá Earp, 254), no Fórum do Centro (Avenida Barão do Rio Branco, 2001), no Fórum de Itaipava (Estrada União e Indústria, 9900, Itaipava) e no NPA de Itaipava (Estrada União e Indústria, 11860, Itaipava). A população também pode buscar orientação da Defensoria Pública por meio do número telefônico 129.

O IML de Petrópolis fica na rua Vigário Corrêa, próximo ao Hospital Alcides Carneiro, no bairro de Corrêas, nº 1361-1351. O acesso à área não foi atingido por deslizamentos e está livre. A população pode entrar em contato com órgão pelo número de telefone (24) 2221-6892. 

A sede da Defensoria Pública, no centro do Rio de Janeiro, está recebendo doações de itens de higiene pessoal, limpeza, alimentos e roupas infantis e para adultos, além de água potável, máscaras e álcool em gel. O endereço é Avenida Marechal Câmara, nº 314, portaria.

A Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj) nformou que também está mobilizando seus associados para a doação de alimentos e itens de higiene para os sobreviventes da tragédia. Pessoas que queiram doar podem entrar em contato com a associação por meio do número (21) 2584-6339.

Além da doação de itens básicos, há mobilização também para assistência psicológica aos moradores da cidade. O Sesc RJ disponibilizou o número telefônico (21) 3138-1189 para que familiares e amigos de vítimas, pessoas feridas e outros atingidos busquem atendimento psicológico. Ao entrar em contato, os interessados passam por uma triagem e podem agendar um horário para atendimento. 

O Sesc também está recebendo doações nas duas unidades em Petrópolis (Sesc Nogueira e Sesc Quitandinha), e outras seis unidades do estado: Niterói, Teresópolis, Nova Friburgo, São João de Meriti e no bairro da Tijuca, na capital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário