Páginas


quinta-feira, 17 de fevereiro de 2022

Eliziane quer ampliar espaço de poder da mulher na política

Ao comunicar ao plenário, nesta quarta-feira (16), que tomou posse como nova líder da Bancada Feminina do Senado, a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) disse que uma das prioridade do colegiado em 2022 será a ‘ampliação da mulher nos espaços de poder’ na política brasileira.

“A nossa presença dentro do Executivo brasileiro é muito baixa ainda. Nós temos, num universo de mais de 5 mil municípios, pouco mais de 600 mulheres, ou seja, apenas 11%. Quando você vai para os demais espaços, varia entre 12% e 13% a participação. Há uma necessidade urgente da ampliação”, disse a parlamentar, que substitui a senadora Simone Tebet (MDB-MS) na liderança da bancada.

Também serão priorizados, segundo Eliziane Gama, investimentos para reestruturação da rede de combate à violência contra a mulher e projetos ligados ao mercado de trabalho.

“Uma das pautas que vamos priorizar neste ano aqui é exatamente a garantia à dignidade e à proteção das nossas mulheres no mercado de trabalho”, declarou.

A senadora Simone Tebet, em seu último discurso como líder da Bancada Feminina, nesta terça-feira (15), disse que Eliziana Gama vai ser bem sucedida à frente do colegiado.

“Nada mais justo já que foi dela o projeto que criou a liderança feminina na Casa”, afirmou a parlamentar do Mato Grosso do Sul.

Convenção 190 da OIT – Eliziane Gama também afirmou que a bancada vai cobrar da Presidência da República que encaminhe para o Congresso Nacional a ratificação da chamada Convenção 190 da OIT (Organização Internacional do Trabalho), que trata da eliminação da violência e do assédio no mundo do trabalho.

“Essa é uma convenção que o Brasil de fato tem que ratificar. É inaceitável o assédio, é inaceitável a violência contra as nossas mulheres “, afirmou a líder.

(mais…)

Nenhum comentário:

Postar um comentário