Páginas


segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

William Bonner do Jornal Nacional  é acusado de envolvimento com organização criminosa, tem pedido de prisão e justiça toma decisão



O âncora foi alvo de processo por incentivar crianças a se vacinarem


William Bonner, juntamente da equipe da Globo, foi acusado de fazer parte de uma organização criminosa simplesmente por incentivar as crianças e adolescentes a se vacinarem no Jornal Nacional. A acusação partiu de um anônimo que exigia a prisão do âncora.

De acordo com Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, o intuito do processo era proibir o parceiro de Renata Vasconcellos de incentivar a vacinação.

Mas, o tiro saiu pela culatra e a justiça decidiu a favor de William Bonner, decretando que não haverá prisão ou censura. Segundo a juíza Glaucia Falsarella Pereira, a ação “se assemelha a panfletagem política de reproduzir teorias conspiratórias sem cunho científico”.

Mas, tanto William Bonner quanto Renata Vasconcellos e outros profissionais da Globo fazem questão de falar sobre a importância de se vacinar, o que deixa esse grupo enfurecido.

Tanto é que, além do âncora do Jornal Nacional, outros funcionários da emissora, que não tiveram seus nomes divulgados, foram acusados de formar uma quadrilha criminosa para falar sobre os benefícios do imunizante.

funcionários da emissora, que não tiveram seus nomes divulgados, foram acusados de formar uma quadrilha criminosa para falar sobre os benefícios do imunizante.

COMPLICAÇÃO…

A partir desta segunda-feira (17), é bem provável das coisas se complicarem ainda mais, afinal, a vacinação para as crianças finalmente está acontecendo e, sem dúvidas, o ex de Fátima Bernardes fará campanha a favor.

Enquanto isso, Renata Vasconcellos, sua parceira, segue afastada do Jornal Nacional. Para quem não sabe, a âncora testou positivo ao vírus e segue se recuperando em casa, sem sequer ter ido ao hospital justamente por conta do imunizante.

Com informações da Comunidade F7

Nenhum comentário:

Postar um comentário