Páginas


quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

 Morre delegado que investigou assassinato do jornalista Décio Sá

O delegado Maymone Barros Lima, de 53 anos, morreu na manhã desta terça-feira (4), em São Luís. Ele estava internado no Hospital Dr. Carlos Macieira, e a morte foi em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

O secretário Jefferson Portela foi um dos primeiros a comunicar o falecimento do delegado nas redes sociais.

“Informo, com pesar, o falecimento do nosso Colega, Amigo e Irmão, Delegado MAYMONE BARROS LIMA. Nosso Irmão  retornou agora há pouco ao Plano Superior. Está na Casa do Pai, no lugar reservado aos Justos. Missão cumprida,  Guerreiro da Paz. Hoje mesmo contemplarás a face luminosa”, escreveu Portela.

Por meio de nota, a Associação dos Delegados de Polícia do Maranhão (Adepol-MA) também expressou pesar pela morte de Maymone Barros Lima.

“O companheiro Maymone Barros Lima sempre atuou com compromisso e domínio da boa técnica jurídica, honrando o cargo e a instituição Polícia Civil do Maranhão. Os delegados de polícia do Maranhão, a Polícia Civil/MA, a Adepol/MA, as demais instituições policiais e a sociedade maranhense, perdemos todos um excelente pai, profissional e amigo”, diz a nota da Adepol-MA, assinada pelo presidente da instituição, delegado Marconi Chaves Lima.

Maymone Barros Lima se formou no curso de Direito, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), em 1997, e tomou posse no cargo de delegado de polícia no ano de 1998, atuando por 23 anos. Atualmente, ele estava lotado no gabinete da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), em São Luís.

Durante sua carreira, ele ficou famoso por investigar o caso do assassinato do blogueiro Décio Sá, que ganhou forte repercussão de nível nacional e resultou em várias prisões.

Com informações do Gilberto Lima

Veja abaixo as matérias mais acessadas....


Nenhum comentário:

Postar um comentário