Páginas


sexta-feira, 5 de novembro de 2021

Nova Greve: Rodoviários ameaçam paralisar seis empresas de ônibus por descumprimento de acordo firmado na Prefeitura de São Luís

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informa, por meio de nota, divulgada nesta quinta-feira (4), que seis empresas poderão ter atividades paralisadas por descumprindo do acordo firmado, na Prefeitura de São Luís, para o fim da greve que durou 12 dias.

A previsão é de que a paralisação ocorra nas primeiras horas da próxima quarta-feira (10).

Segundo a nota, as empresas que não cumpriram o acordo são Autoviária Matos Ltda, Viação Abreu/Seta Transportes; Plarieta/São Benedito, Ratrans, Pelé / Patrol, Grupo 1001.

Confira a íntegra da nota do Sindicato e o documento encaminhado ao SET

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informa, que devido o descumprimento das cláusulas econômicas da Convenção Coletiva de Trabalho e também, do acordo firmado entre a entidade e o sindicato patronal, SET, na prefeitura de São Luís, após 12 dias greve geral na capital, seis empresas de ônibus, poderão ter as atividades paralisadas a partir das primeiras horas da próxima quarta-feira (10), são elas:

— Autoviária Matos Ltda;

— Viação Abreu/Seta Transportes;

— Planeta / São Benedito;

—  Ratrans;

— Pelé / Patrol;

— Grupo 1001.

Ofícios já foram encaminhados para as determinadas empresas, para o SET e também, para os órgãos competentes, como Agência Estadual de Mobilidade Urbana (MOB) e Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes.

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão ressalta, que segue atento a toda esta situação e caso, até quarta-feira (10), as empresas cumprirem com o compromisso feito, perante o Prefeito de São Luís, Eduardo Braide, pagando os salários dos trabalhadores, a paralisação será suspensa, caso isso não aconteça, não restará outra alternativa que não seja, suspender as atividades nas seis empresas citadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário