Páginas


sexta-feira, 19 de novembro de 2021

Caso Susana: mulher achada morta e seminua após desaparecer é velada em Itapetininga

Susana Batista saiu para almoçar com a picape da empresa na quarta-feira (17) e não voltou. Horas depois, veículo foi achado abandonado. Corpo foi encontrado no dia seguinte, em um matagal ás margens de rodovia.



A subgerente Susana Dias Batista, de 47 anos, foi encontrada morta seminua na quinta-feira (18), em Itapetininga (SP). A mulher estava desaparecida desde quarta-feira (17) quando saiu com o carro da empresa para almoçar. As informações são do G1.

De acordo com as investigações, a vítima foi abordada por um homem em uma farmácia e depois desapareceu. O veículo que Susana dirigia passou duas vezes por uma avenida. Câmeras de segurança flagraram o momento em que a picape, aparentemente dirigida pelo suspeito, bate na guia e invade a calçada. O veículo foi encontrado abandonado.

O corpo de Susana foi achado por parentes às margens da Rodovia Vereador Humberto Pellegrini (SP-268), onde a mulher tinha sido vista pela última vez por dois ciclistas.

e estava usando apenas roupas íntimas. A causa da morte é investigada. Até o momento, nenhum suspeito foi preso.

Nas redes sociais, a prefeita de Itapetininga, Simone Marquetto, lamentou a morte da moradora da cidade. “Quando uma mulher morre vítima de violência, todo mundo perde um pouco. Infelizmente, a Susana foi encontrada sem vida. Neste momento pedimos a Deus que conforte o coração da família e amigos, que sentem a dor dessa tragédia”, escreveu.

Quando uma mulher morre vítima de violência, todo mundo perde um pouco. Infelizmente, a Susana foi encontrada sem vida. Neste momento pedimos a Deus que conforte o coração da família e amigos, que sentem a dor dessa tragédia.
Itapetininga está em luto. Que Deus


Com informações da Istoé 

Nenhum comentário:

Postar um comentário