Páginas


terça-feira, 9 de novembro de 2021

Braide realiza entrega da nova etapa do PAA de São Luís

O prefeito Eduardo Braide realizou, nesta terça-feira (9), a primeira entrega da maior etapa do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da história de São Luís. No total, foram entregues 450 cestas de produtos agroecológicos a famílias da Vila Cabral Miranda, localizada na Zona Rural, o que corresponde a 11,2 toneladas de alimentos cultivados pelos pequenos agricultores da cidade, adquiridos pela Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa).

“São Luís, que já é conhecida como a capital da vacina, agora será também a capital da produção. Com a nova etapa do PAA, saltamos de 93 para 400 produtores aptos a receberem incentivo para produzirem alimentos de qualidade para os ludovicenses. São com esses mesmos alimentos que iremos beneficiar aqueles em situação de insegurança alimentar, a exemplo das cestas que estamos entregando aqui em Cabral Miranda nesta primeira ação da nova etapa do programa”, disse o prefeito Eduardo Braide.

Cada cesta de alimento entregue durante a primeira ação desta nova etapa do PAA em São Luís, que agora conta com um fundo de R$ 2,6 milhões para o incentivo das famílias de pequenos agricultores, sobretudo os que residem na área rural da cidade, pesa 25 kg e contém frutas, legumes, verduras, hortaliças, grãos, entre outros produtos indispensáveis para uma alimentação segura e nutritiva e que contribua para mais saúde.

Estiveram presentes durante a entrega das 450 cestas de alimentos na Vila Cabral Miranda, a vice-prefeita de São Luís, Esmênia Miranda; o secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Liviomar Macatrão e adjunto, Dilmar Araújo; e os vereadores Álvaro Pires (PMN); Ribeiro Neto (PMN), Octávio Soeiro (Podemos) e Marlon Botão (PSB).

Programa de Aquisição de Alimentos – O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), criado pelo art. 19 da Lei nº 10.696, de 02 de julho de 2003, possui duas finalidades básicas: promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar.

Para o alcance desses dois objetivos, o programa compra alimentos produzidos pela agricultura familiar, com dispensa de licitação, e os destina às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e àquelas atendidas pela rede socioassistencial, pelos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional e pela rede pública e filantrópica de ensino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário