Páginas


quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Greve dos rodoviários entra no oitavo dia na Grande São Luís

A greve dos rodoviários entra no 8º dia na Grande São Luís. Usuário permanecem sem transporte público nos municípios de São Luís, Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar.

Além do transporte na capital, o sistema semi-urbano que serve a população dos outros três municípios da Ilha e que é administrado pelo Governo do Maranhão por meio da MOB está parado.

Desde a última segunda-feira (25) quando patrões e empregados estiveram reunidos na Prefeitura de São Luís e não chegaram a um acordo não houve mais nenhuma sinalização para nova reunião. Nem mesmo a Justiça convocou novas audiências.

Assim, a greve vai se arrastando e segue sem perspectiva de chegar ao fim.

Os rodoviários reivindicam reajuste salarial de 13%, mas já reduziram o pedido para 10%, jornada de trabalho de seis horas, tíquete-alimentação no valor de R$ 800, inclusão de mais um dependente e manutenção do plano de saúde, e concessão do auxílio-creche para trabalhadores com filhos pequenos.

Os empresários sinalizaram com a proposta de reajuste salarial de 2%, mas a proposta foi considerada vergonhosa pela categoria.

O SET alega o prejuízo de mais de R$ 6 milhões por mês por conta da pandemia da Covid-19.

Uma das saídas para resolver o problema seria o reajuste de tarifas, mas o prefeito Eduardo Braide já afirmou por duas vezes nas redes sociais que não fará nenhum aumento de tarifas neste momento e chegou a acenar com a possibilidade de um auxílio para os empresários.

O que resta é esperar para saber se haverá alguma evolução nas negociações no dia de hoje.

Foto: Zeca Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário