Páginas


segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Braide propõe auxílio e reafirma que não terá aumento de tarifas


O prefeito Eduardo Braide (Podemos), anunciou nesta segunda-feira (25), em entrevista ao Bom Dia Mirante, na TV Mirante, a realização de nova reunião entre o SET e o Sindicato dos Rodoviários, às 10h, na sede da Prefeitura de São Luís para tentar buscar solução para o fim da greve dos Rodoviários que hoje entrou no 5º dia, na Grande São luís.

Eduardo Braide reafirmou que não haverá aumento de tarifas de ônibus em São Luís.

“A pandemia mexeu com todos e é por isso que no início do ano nós criamos o auxílio emergencial para o setor cultural. E é essa solução que nós propomos neste momento. Por que? Porque o primeiro caminho que foi apontado, foi o aumento do preço das passagens de ônibus e eu já me manifestei sobre esse assunto e não acho correto neste momento em que as pessoas estão tentando retomar a economia, almejando buscar os empregos que foram perdidos durante a pandemia, ter que arcar agora com esse aumento. Quero aqui reafirmar que nós não teremos aumento nas passagens de ônibus”, disse.

O prefeito afirmou que apresentou a proposta de um auxílio emergencial para o setor de transportes e explicou como funcionaria.

“Qual é o caminho, qual a solução para que a gente encontre o auxílio da prefeitura em relação a essa relação entre trabalhadores e empresários? Da forma que eu disse: a Prefeitura de São Luís já se dispôs a apresentar um auxílio emergencial para o setor do transporte público. Isso foi colocado em todas as audiências. A ideia e a proposta que esta sendo trabalhada é a criação de um cartão cidadão. A gente tem, durante esse período da pandemia, muitas pessoas que perderam seu emprego. Eu conversei com diversos donos de estabelecimentos, comércios, e que tiveram que demitir as pessoas por conta da dificuldade durante a pandemia. E a gente está chegando agora no período de final de ano, que a gente sabe que tem um aumento na contratação dessas empresas. Então, a ideia é: a Prefeitura de São Luís garantir passagens para essas pessoas, num primeiro momento, que perderam o seu emprego por conta da pandemia”.

“Assim, a gente ajuda os dois lados: ajuda o trabalhador que está precisando sair de casa para uma entrevista, entregar um currículo, ou até mesmo assinar o seu contrato de trabalho, garantindo uma passagem paga pela prefeitura e, de outro lado ajudar o sistema de transporte público que vai ter essa intenção de recursos. Entendo que é uma medida extremamente justa para todos os lados, a gente tem um alcance muito social em beneficiar, principalmente, aqueles trabalhadores que perderam o seu emprego durante a pandemia, por outro lado a gente leva para o setor público, nesse momento de dificuldade, recursos que ajudarão, com certeza, a gente poder chegar a um consenso e trazer os ônibus de volta para as ruas”, afirmou Braide

Nenhum comentário:

Postar um comentário