quinta-feira, 24 de junho de 2021

 

Gestão de Paula Azevedo avança no combate à pandemia em Paço do Lumiar

A Prefeitura de Paço do Lumiar vem atuando desde o início na pandemia de coronavírus em uma força tarefa para minimizar os impactos da doença no município. Foram adotadas diversas medidas para conscientizar, proteger e imunizar os luminenses. Diariamente cerca de 2 mil pessoas são vacinadas no município. A cidade também conta com testagem disponível para a população e proporciona acesso fácil aos pontos de vacinação.

Em menos de duas semanas, Paço do Lumiar bateu dois recordes consecutivos de vacinados em 24 horas. A competência da secretária municipal de saúde parece ter incomodado alguns parlamentares que nada fizeram até o momento para auxiliar no processo de imunização da população.

Há alguns dias dois vereadores quiseram causar burburinho sem fundamento alegando que havia o descarte incorreto de lixo na cidade. Os parlamentares filmaram uma caixa dentro do carro de coleta de lixo que supostamente armazenava lixo hospitalar. No entanto, na caixa não havia nenhuma amostra de seringas, agulhas ou medicamentos.

Em um segundo vídeo compartilhado, o vereador Miércio Martins afirma que está em uma UBS de Paço do Lumiar (cujo nome nunca foi citado) e mostra suposto material hospitalar armazenado em área restrita da suposta UBS. O que causa espanto é que claramente o material estava armazenado em um ponto restrito, envolto em caixas e reforçado com sacos para evitar o contato. Diante disso a prefeitura se manifestou afirmando que a limpeza pública é realizada rotineiramente por meio de coleta de lixo doméstico, realizado pela empresa Sellix Ambiental. Seguindo o mesmo padrão de qualidade a coleta de lixo hospitalar vem sendo realizada no município pela empresa Maxtec Serviços.

A Prefeitura de Paço do Lumiar tem trabalhado para reativar a Base Centralizada do SAMU 192 que atualmente encontra-se descredenciada devido às desidiosas gestões anteriores. Acontece que o SAMU 192 apresentava irregularidades que deveriam ser solucionadas no prazo de três meses para manutenção do funcionamento da unidade, mas as gestões anteriores não cumpriram os requisitos e não enviaram os relatórios das tomadas de decisões ocasionando a permanência da desabilitação.

Diante desse cenário, a coordenadora do SAMU da municipalidade, Sra. Ilana Thiara Silva Penha, elaborou minucioso relatório explicando a situação atual da Base Centralizada, listando as inconformidades sanadas, as ainda pendentes, os prazos de 180 dias (cento e oitenta dias) para a solução e a urgente necessidade do retorno

A Prefeitura de Paço do Lumiar continua a trabalhar arduamente em prol dos luminenses e nunca se recusou a dar nenhum tipo de esclarecimento à população ou à Câmara Legislativa. Temos trabalho para arrumar a casa para melhor atender a população.

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário