sexta-feira, 5 de março de 2021

 Apóstolo

Valdemiro Santiago tenta “manobra” para impedir a quebra de sigilo

A quebra do sigilo bancário do apóstolo tem como objetivo investigar se o patrimônio da Mundial confunde-se com o do seu fundador.

Valdemiro Santiago tenta “manobra” para impedir a quebra de sigilo

Apóstolo Valdemiro Santiago(Foto: Reprodução)

Após a decisão da Justiça de São Paulo em quebrar o sigilo bancário do apóstolo Valdemiro Santiago, o líder e fundador da IMPD (Igreja Mundial do Poder de Deus) tomou uma medida desesperada.

A Igreja Mundial quitou às pressas a dívida com o proprietário de um imóvel na cidade de Guararema, no interior paulista, a fim de tentar sustar a quebra do sigilo bancário do apóstolo.

O pagamento foi realizado nesta terça-feira (2), horas depois de circular a notícia de que a juíza Monica Di Stasi, da 3ª Vara Cível de São Paulo, havia decretado a quebra do sigilo com o objetivo de investigar se o patrimônio da Mundial confunde-se com o do seu fundador.

A denominação pagou R$ 53.650, o valor total em aluguéis cobrados por S.L.S.J. em mais de um processo. Diante disso, a Mundial enviou um documento à Justiça, que diz que, com o pagamento, torna-se “desnecessária a realização da quebra do sigilo bancário dos réus”. Além do apóstolo, a decisão também atingiria as contas de Mateus Machado de Oliveira, que na época era presidente em exercício da igreja.

Os advogados do apóstolo disseram à Justiça que o religioso apenas prega a palavra de Deus na Mundial.

“Não existe confusão patrimonial entre igreja e a pessoa física do sr. Valdemiro, não havendo nenhuma ligação entre os dois.”

Já o apóstolo Mateus disse à Justiça que não assinou nenhum contrato em nome próprio, e que apenas representa a igreja, não podendo ser responsabilizado pela dívida.

Com informações do o fuxico gospel 

Nenhum comentário:

Postar um comentário