Páginas


terça-feira, 26 de janeiro de 2021

 

Momentos de pânico: “Me jogaram na mala e me levaram 'pro' mato", diz motorista aplicativo assaltado em São Luís; ouça o áudio

Um motorista de aplicativo foi assaltado e feito refém, no último domingo (24), na zona rural de São Luís. Ele fez uma corrida solicitada por uma mulher, que serviu apenas como “isca” de assaltantes. Em áudio ele narrou os momentos vividos nas mãos dos assaltantes, até ser liberto do cativeiro, dentro do mato, por policiais militares.

“Era minha última corrida pra mim bater a promoção. Peguei uma menina lá em frente ao Eco Tajaçuaba (...). Aparentemente, tu olha a pequena assim, ela não tem nem jeito, não fala na gíria nem nada”, relatou o motorista. P

Porém, atento e sabendo de outros casos de assalto a motoristas de aplicativo, ele passou a fazer questionamentos à passageira. “Aí eu fui indagando ela, perguntando e tal porque, geralmente, quando eu ‘tô’ desconfiado, geralmente, eu faço isso”, afirma o motorista.

Chegando a um determinado ponto, a passageira indicou como sendo seu local de destino: a rua da União, segundo conta o motorista. Naquele instante, o condutor do carro se deparou com

quatro bandidos pulando um muro, portando revólver, faca e facão. Ele tentou escapar do bando, mas o susto com um disparo de arma de fogo não deixou.

“Quando ele [criminoso] deu um tiro, eu bati, me espantei e acabei batendo o carro no muro (…) O outro veio com a faca ‘pra’ querer me furar, e eu só me esquivei”, detalha.

Em seguida, o motorista afirma que foi colocado no porta-malas do carro e levado para uma região de matagal, onde ficou amarrado e com a camisa cobrindo o rosto. “Me jogaram na mala e me levaram ‘pro’ mato do… lá pro lado do Tajaçuaba”, conta.

Os criminosos saíram dizendo que devolveriam o veículo a ele depois de fazerem assaltos e praticaram um homicídio. O motorista permaneceu no local sendo refém de apenas um dos bandidos.

Mais tarde, ele reconheceu o barulho do próprio carro chegando, mas notou que havia mais dois veículos logo atrás.

“Eu só escutei o tiro e ele rasgou ‘pra’ dentro do mato. Eu dei o berro: ‘siô’, não me mata, não me mata”, narrou o motorista que foi resgatado pela polícia naquele momento.

Polícia localiza assaltantes

Os policiais militares da 4ª CI foram informados sobre um veículo branco que havia sido tomado de assalto. Em deslocamento pelo bairro da Vila Vitória, os PMs avistaram um veículo com as mesmas características informadas e realizaram a abordagem.

Após confirmado que se tratava do carro roubado, dois suspeitos foram presos. Eles levaram os policiais até o endereço onde estava o motorista, que foi vítima do assalto. No local, a equipe encontrou o comparsa, mas ele conseguiu fugir.

Os assaltantes presos foram levados á delegacia com o carro e uma faca, que também foi apreendida com eles.

Com informações do Imirante



Nenhum comentário:

Postar um comentário