segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Assassinato de motorista de ônibus, rodoviários paralisam atividades em São Luís; eles exigem mais segurança

Os rodoviários de São Luís decidiram paralisar as atividades, na manhã deste domingo (20) em protesto contra o assassinato do motorista Francisco Teixeira. O trabalhador foi morto a tiros durante um assalto na Avenida Daniel de La Touche, nas imediações do Elevado da Cohama, em São Luís, na noite desse sábado (19).

Segundo a direção do Sindicato dos Rodoviários, a paralisação tem o objetivo de exigir dos órgãos de segurança pública do Estado garantia de maior proteção aos trabalhadores do sistema, que de fato, estão colocando a vida em risco.

Os autores do crime foram presos durante a madrugada, mas a polícia ainda não divulgou detalhes da operação de captura dos criminosos.

Confira as informações divulgadas pelo Sindicato dos Rodoviários.

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informa que desde as primeiras horas desse domingo (20), todas as linhas de ônibus operadas no sistema de transporte público em São Luís, estão paralisadas, em razão do crime que resultou na morte de um Rodoviário da empresa Ratrans, durante o exercício da atividade na noite deste sábado (19).

O protesto liderado pela entidade, tem um único propósito: exigir dos órgãos de segurança pública do Estado, que garantam maior proteção aos trabalhadores do sistema, que de fato, estão colocando a vida em risco.

Os ônibus que deixaram as garagens nesta manhã, estão sendo parados no centro da capital, por diretores e o Presidente do Sindicato dos Rodoviários, Marcelo Brito, até que se tenha uma definição de medidas, para que problema da violência no transporte público da cidade, seja efetivamente combatido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário