quinta-feira, 11 de junho de 2020

Polícia identifica suspeitos de matar subtenente do Corpo de Bombeiros em Paço do Lumiar; eles estão foragidos
     
A polícia esta à procura de quatro pessoas que estariam envolvidas na morte do subtenente do Corpo de Bombeiros, Walber Nélio Balata. O autor do disparo seria o homem  identificado como Aldair Silva dos Santos, conhecido como "Bebezinho ", residente no Residencial Pirâmide, em Raposa, na região metropolitana de São Luís.

Ao cometer o crime, “Bebezinho” estaria na companhia dos homens identificados como Leandro Nascimento da Silva, conhecido como "Mousa", e Salum Barros da Silva.  Os dois também  são  moradores da Pirâmide.

O subtenente Walber Nelio, foi morto com um  tiro na cabeça na noite de terça-feira (9) quando chegava em um sítio na comunidade Vassoural, em Paço do Lumiar. 

Ele foi surpreendido por três homens quando desceu do carro para abrir o portão.  Os criminosos anunciaram o assalto e Walber Nélio a vitima tentou reagir, sacando uma arma. No entanto, o assaltante "Bebezinho" efetuou o disparo que atingiu a vítima na cabeça.

Os bandidos, que estavam em um  veículo Gol, fugiram levando a arma do militar. A polícia  também procura uma mulher identificada como Tamires, residente na Vila Talita, e que teria escondido a arma do policial após a prática do crime.

Apesar de estarem identificados, os envolvidos no crime ainda não foram localizados.


Com informações de Silvan Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário