sábado, 25 de abril de 2020

Polícia Civil prende servidores do Detran-MA por associação criminosa
Foram cumpridos cinco mandados de prisão temporária e cinco mandados de busca e apreensão na primeira etapa da Operação “Decalque”.

Na manhã deste sábado (25), a Polícia Civil do Estado do Maranhão cumpriu cinco mandados de prisão temporária e cinco mandados de busca e apreensão contra servidores do Detran-MA e um despachante, na primeira etapa da Operação “Decalque”.

Segundo a polícia, há dois servidores efetivos do Detran-MA investigados pela prática de associação criminosa, corrupção passiva majorada e falsidade ideológica majorada. Um terceiro servidor efetivo é investigado por associação criminosa e inserção de dados falsos em sistemas de informação. A quarta servidora presa é uma terceirizada, que atuava na unidade do Detran-MA em Chapadinha, a 247 km de São Luís.

O quinto preso é um funcionário que, atualmente, exercia a função de despachante. Ele é investigado pela prática de associação criminosa, contravenção penal de exercício ilegal de profissão, usurpação de função pública majorada, corrupção ativa majorada e falsificação de documento público. Ele ainda foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

Pelas informações da polícia, os presos faziam serviços de vistoria sem que os veículos fossem levados ao Detran. A atuação da quadrilha ocorrei em Chapadinha e em outras cidades da região.


As investigações sobre esse esquema criminoso contaram com a colaboração do próprio DETRAN-MA, através do respectivo setor de controle administrativo das atividades sob a determinação da Direção Geral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário