sábado, 1 de fevereiro de 2020

Duas meninas desaparecem com o pai após passar as férias em Senador La Rocque

A Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) investiga o desaparecimento das irmãs Ana Beatriz Marroque Curirade, de 9 anos, e Bianca Marroque Curirade, de 12 anos, de Macapá, no Amapá. Elas estão desaparecidas após passarem as férias com o pai que mora no município de Senador La Rocque, localizado a 652 km de São Luís.

De acordo com a mãe das meninas, Fernanda Marroque, ela veio em 16 de janeiro ao estado buscar as meninas que estavam com o retorno para o Amapá marcado para 5 de janeiro. Ao chegar em Senador La Rocque, o pai Wesley Nascimento Curirare, disse a ela que não entregaria as crianças.

Fernanda afirma que o Wesley Nascimento usou um cachorro para bloquear o acesso dela na casa onde ele vive. Desde então, o telefone que era usado por ela para se comunicar com as filhas está desativado e ela não consegue contato com o ex-marido.

“Ele disse que não entregaria elas para mim. Levei meu advogado lá e ele falou para ele que não entregaria as meninas. E não me deu mais notícia. O telefone delas estão desativados e até agora, tenho mais de 10 dias que estou a procura delas, até a polícia já ligou no telefone e ele não atende, parentes já falaram que liga e não atende. E eu quero minhas filhas de volta, só isso que eu quero, que ele devolva minhas filhas porque é um direito que eu tenho como mãe e preciso saber como elas estão”, disse Fernanda.

O caso foi denunciado à Justiça do Maranhão. Um pedido de busca e apreensão foi concedido no dia 24 de janeiro. Fernanda voltou à casa de Wesley para buscar as meninas, mas ao chegar ao local, as crianças não estavam mais lá.

“Dei uma intimação e com 24 horas para ele entregar as minhas filhas, ele desapareceu. Quando fomos na casa, ele não estava. O oficial entrou na casa, olhou as malas que elas trouxeram na viagem não tinha roupa nenhuma lá, só tinha uma empregada e um cachorro”, explicou.

Por meio de nota, o advogado de Wesley Nascimento disse que vai requerer ao juiz da Comarca de Senador La Rocque a suspensão da decisão com base um relatório que trata de indícios de violação de direitos de menores por parte da mãe.

Para o delegado Erich Gomes, que cuida do caso, a polícia ainda não trabalha com a hipótese de que Wesley teria sequestrado as filhas, mas explica que o fato dele descumprir uma decisão judicial é considerado um ato grave.

“A Polícia Civil está fazendo diligências para tentar localizar essas crianças. Por enquanto, nós não trabalhamos com a ideia de sequestro, mas é fato que esse descumprimento de ordem judicial não é uma atitude correta que foi tomada pelo pai das meninas e isso será apurado em inquérito policial”, explicou Erich Gomes.


Fonte: G1MA

Nenhum comentário:

Postar um comentário