quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Envolvido no sequestro de uma mulher morre em confronto com a polícia na área Itaqui-Bacanga, em São Luís; o marido chegou a pagar R$ 15 mil de resgate

Uma mulher identificada como Rayani Galvão Santos e um jovem, identificado apenas com John, foram vítimas de um sequestro nessa quarta-feira (29) na área do bairro Vila Embratel, em São Luís. 

As vítimas foram abordadas por três bandidos na Avenida João Figueiredo, a principal via do bairro, e colocadas em um veículo, sendo levadas para um matagal na região da Vila Isabel.

O passo seguinte foi entrar em contato com o marido da vítima, o colombiano César Augusto Ospina, e exigir R$ 15 mil para libertar a mulher.  

Ele procurou suporte junto ao 5ºDP, ocasião em que foi montada uma operação conjunta que começou a monitorar os suspeitos e, após o pagamento do resgate e a liberação dos reféns, iniciou-se uma perseguição aos acusados, sendo que nas imediações do bairro Vila Isabel, próximo à residência de um sequestradores, houve troca de tiros.
Um dos sequestradores, Wilkias Samuel Oliveira Cutrim, conhecido como “Samuca do Morro do Urubu”, foi alvejado com um tiro nas costas. Ele ainda chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Diego Silva, residente na Rua Nicarágua, no Anjo da Guarda, também foi alvejado com um tiro, mas não morreu. O terceiro seqüestrador, de 16 anos, foi apreendido. 

O veículo Fiesta Sedan dos infratores foi localizado na Vila Isabel, então teve início a perseguição, seguida de troca de tiros.

O marido da vítima chegou a pagar o valor do resgate, mas a quantia foi recuperada em sua totalidade durante a apreensão dos elementos, que ainda portavam um revólver Taurus com duas munições deflagradas e três intactas.

Os presos foram conduzidos para o Plantão Central da área 

Fonte: Gilberto Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário