quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Mulher que tentou matar a mãe sofre de depressão e síndrome do pânico; veja vídeos postados por ela no Instagram
A estudante de psicologia Luciana Paula Figueiredo, presa em flagrante, nesta terça-feira (28), por suspeita de tentar matar por asfixia a mãe, Ana Benedita Figueiredo, de 68 anos, em um leito no Hospital Dr. Carlos Macieira, em São Luís, sofre de depressão e síndrome do pânico. Em vídeos, postados no Instagram, Luciana Paula revela o drama para tentar superar a doença.

Ainda no mês de novembro de 2019, Luciana revelou o problema de saúde mental. Em um dos vídeos, ela chega a chorar, pede ajuda de amigos. “Eu vivo lutando e brigando com a síndrome do pânico e a depressão, é uma luta bem difícil. Você tem medo de tudo, já a depressão leva o seu sorriso a sua vontade de ser feliz”, desabafa a  jovem.

Eu outro vídeo ela diz que não é segredo que enfrentando uma batalha bem difícil contra os problemas mentais. “Algumas pessoas vão achar que é frescura, mas, todos os dias, estamos perdendo pessoas para esse tipo de doença, que recorrem ao suicídio”, diz Luciana.

Em seguida, a acusada de matar a própria mãe continua o desabafo em outro vídeo: “Não é fácil lutar, tem dia que eu não quero ver ninguém, não quero sair de casa, isso tudo faz parte da depressão, que tira seu sorriso, tira sua alegria, tira sua vontade de viver, tira os seus sonhos, então, ai você tem que começar um tratamento com medicamentos, terapia”, completa.


Com informações do Blog do Domingos Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário