quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

ESTADO

Flávio Dino amplia o abastecimento de água em todas as regiões do Maranhão 

A água tem chegado às torneiras de mais maranhenses por diversas formas em todas as regiões do Estado. Em 2019,… [  ]


A água tem chegado às torneiras de mais maranhenses por diversas formas em todas as regiões do Estado. Em 2019, o Governo do Maranhão instalou 334 novos sistemas de abastecimento, incluindo perfurações e melhorias de poços, implantação de cisternas e sistemas simplificados.
Mas as ações do programa Água Para Todos vêm sendo executadas desde 2015. Em 2018, por exemplo, foi colocada em operação a nova Adutora do Sistema Italuís, ampliando o volume de água para a população da capital em 33%. Isso significou melhora do abastecimento para mais de 600 mil pessoas, com menos interrupções.
O Sistema Paciência, que abastece parte de São Luís, também foi ampliado. Houve a reforma da elevatória de água tratada, com outros serviços, duplicando a capacidade de produção de água. A reforma do Paciência beneficiou diretamente cerca de 200 mil pessoas na região Cohab/Cohatrac.
Todas as regiões
O Governo do Estado tem destinado recursos e incentivos para reabilitação e ampliação de Sistemas de abastecimento em mais de 80 cidades. Já foram feitas reformas e ampliações em cidades como Barra do Corda, Santa Rita, Miranda do Norte, São João dos Patos, Colinas, Barão de Grajaú e Tutóia.
Em Imperatriz, as obras estruturantes da captação e da Estação de Tratamento de Água somam-se aos serviços e intervenções para concluir o programa de expansão da rede de abastecimento. São cerca de 70 quilômetros de rede de distribuição em implantação para levar mais água às torneiras.
Saneamento básico
As ações incluem, também, o saneamento básico, com sistemas de esgotamento sanitário. Em São Luís, por exemplo, houve avanços em 2019 na execução da rede coletora na região do Calhau e do bairro São Cristóvão, na linha de recalque da obra do Canaã e Rio Pimenta, Estação Elevatória do Rio Claro e Pimenta e interceptor do Rio Claro.
Também houve a instalação do tratamento de esgoto em Carolina. Ainda em 2019, no interior do estado, foram finalizados 188 kits sanitários para atender famílias em situação de vulnerabilidade social.
Nos anos anteriores, houve diversas obras. Foram entregues a manutenção e as adequações para operação das Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) Jaracaty e Bacanga. São Luís recebeu a nova ETE Vinhais, beneficiando 350 mil moradores de 48 bairros da capital.
O Programa Mais Saneamento incluiu as obras de retirada de pontos de esgoto de rios como o Pimenta, o Claro e o Calhau, na Grande Ilha. Na Lagoa da Jansen, foram retirados mais de 80 pontos de lançamento de esgoto in natura em suas margens. Isso equivale ao volume diário de três piscinas olímpicas.
As obras da ETE Anil estão em andamento. A unidade vai tratar todo esgoto gerado por cerca de 50 mil moradores de 17 bairros da capital, localizados à margem direita do Rio Anil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário