quarta-feira, 26 de junho de 2019

Prefeitura incentiva alunas do programa Dançando e Educando a participarem de pré-seleção da Escola Bolshoi no Brasil

Programa Dançando e Educando, criado pela gestão do prefeito Edivaldo oferece aulas de ballet clássico a estudantes da rede municipal e levou 25 crianças a fazerem a pré-seleção de uma das melhores companhias de dança do mundo

Prefeitura incentiva alunas do programa Dançando e Educando a participarem de pré-seleção da Escola Bolshoi no Brasil"Vim tentar realizar o sonho de ser uma grande bailarina. Quando eu danço eu me sinto leve e feliz", disse Yasmin Guimarães, 9 anos, aluna do Programa Dançando e Educando, uma iniciativa da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior. Ao lado de outras 24 meninas do programa, Yasmin participou da pré-seleção da Escola Bolshoi no Brasil, que aconteceu nesta quarta-feira (26) em São Luís, no Teatro Artur Azevedo. A inscrição das alunas na pré-seleção de uma das melhores companhias de ballet clássico do mundo corrobora com o objetivo principal do programa, que é promover a inclusão social através da dança.
A primeira-dama e idealizadora do programa, Camila Holanda, ressalta o incentivo da Prefeitura para a inscrição das crianças na pré-seleção. "É importante pontuar a oportunidade que está sendo oferecida pela gestão do prefeito Edivaldo a essas crianças, de participarem de uma pré-seleção do Bolshoi, que é umas das maiores companhias de ballet do mundo. O programa Dançando e Educando é inovador e a inscrição das crianças na pré-seleção, a qual nem todas têm acesso, contribui com o principal objetivo do programa que é a inclusão social", pontuou a primeira-dama.
Durante a pré-seleção os candidatos nascidos de 2001 a 2007 passam por uma aula de ballet e os candidatos nascidos de 2008 a 2010 passam por alguns exercícios com intuito de analisar o potencial do candidato a se desenvolver no método aplicado pela escola. Os candidatos com maior potencial são indicados a participar da seleção com concorrentes de todo o país no mês de outubro, na sede da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, em Joinville (SC). O resultado da pré-seleção será divulgado no dia 28 de junho no site www.escolabolshoi.com.br.
A coordenadora da seleção da Escola de Teatro Bolshoi no Brasil, Sylvana Albuquerque, avaliou positivamente o desenvolvimento de programas como o Dançando e Educando. "Programas como esse podem abrir a mente das crianças e, assim, fazer com que elas possam conhecer um leque de oportunidades que podem surgir na vida. O ballet pode fazer com que elas sejam crianças melhores preparadas para a vida. Mesmo que muitas delas não passem, o próprio 'não' as ajuda a evoluir, estimulando-as a seguirem em frente e a continuarem buscando esse sonho", disse a coordenadora.
As participantes do programa municipal, que existe há três anos, foram inscritas e incentivadas pela Prefeitura de São Luís a fazerem a pré-seleção. As mães são as principais incentivadoras das crianças. "Através do programa, ela já realizou um sonho que é fazer ballet e participar desta pré-seleção é uma oportunidade ímpar para ela, que já conquistou tantas coisas com o ballet. Hoje minha filha é mais organizada, responsável e comportada, além de ter melhorado muito as notas na escola", disse a dona de casa Ana Célia Guimarães, mãe de Yasmin.
Apesar da pouca idade, Marcella Luiza Garcia, 10 anos, sabe que para ser uma grande bailarina precisa de esforço e dedicação. "Quando minha mãe soube pelo programa da pré-seleção, ela me inscreveu logo e eu fiquei muito feliz. Tenho aprendido uns passos muito difíceis e as lições que os professores passam pra gente precisam do nosso esforço. Para ser uma grande bailarina é preciso ser muito dedicada", contou Marcella.
"Essa é uma oportunidade muito importante. Estamos na expectativa, mas seja o que Deus quiser. Participar desta pré-seleção é uma experiência maravilhosa para ela, é uma forma até de estimular ela a se dedicar ainda mais ao ballet, independente do resultado", disse a dona de casa Euzelina Viana, mãe de Marcella.
O bailarino Cleo Junior, um dos professores do programa Dançando e Educando, acompanhou crianças que participavam da seleção. "Essa participação das crianças nesta pré-seleção é positiva em vários aspectos. É importante que tenham essa experiência, considerando que a gente passa por avaliações em vários momentos da nossa vida", ressaltou o professor.
Atualmente, cerca de 300 crianças e adolescentes participam do Programa Dançando e Educando, que proporciona o ensino do ballet clássico a estudantes da rede pública municipal. Todo fardamento e demais acessórios - collant, sapatilha e meia - são garantidos gratuitamente pela Prefeitura às alunas. Anualmente, as alunas se preparam para espetáculos que são apresentados como encerramento do ano letivo. O espetáculo 'Para Ler e Dançar' foi a primeira apresentação pública das alunas, realizada em dezembro de 2017 e, no ano passado, o espetáculo teve como tema 'Planeta Azul'. Para 2019, nova apresentação está prevista para acontecer no fim do ano.
ESCOLA BOLSHOI NO BRASIL 
A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil funciona desde 15 de março de 2000, na cidade catarinense de Joinville, e é a única filial do famoso Teatro Bolshoi da Rússia. A escola proporciona a formação de artistas da dança, ensinando a técnica de balé segundo a metodologia Vaganova, dança contemporânea e disciplinas complementares. Com alunos vindos de diferentes estados brasileiros e do exterior, a instituição ressalta o seu compromisso social, ao conceder 100% de bolsas de estudo e benefícios para todos os alunos. Uma seleção acontece todos os anos para o ingresso de novos bailarinos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário