window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'G-SS4D0CGZVY'); Pastor Moises Martins

Páginas


quinta-feira, 20 de junho de 2024

MEDITAÇÃO DO DIA

VOCÊ JAMAIS SE ARREPENDERÁ...

Há situações das quais você jamais se arrependerá, se ouvir e praticar os ensinamentos de Jesus. Antes de falar sobre estas situações, preciso dizer que uma das palavras bíblicas mais mal compreendida é arrependimento. Assim, pois, uma coisa precisa ser bem entendida a respeito da palavra arrependimento (do Grego, metanoia), cujo significado indica mudança de mente (mudança de pensamento, atitude, temperamento, caráter etc.), geralmente conotando uma evolução de ideias. 

      Metanoia ou arrependimento, a princípio, tem pouco a ver com pecados; refere-se, principalmente, à mudança no modo de pensar. Uma vez que o pecador experimente uma metanoia, ou mudança de mente em relação à vontade de Deus, que lhe aponta o caminho da salvação, ele pode enxergar a malignidade de seus pecados, e depois, poderá confessá-los. A mudança de vida segue-se a isso, pois só então é possível haver uma conversão. 

      A palavra conversão (do Grego, epistrepho) significa mudança de caminho, de sentido, de direção. A pessoa está indo pelo caminho do pecado e da morte, e agora, depois de experimentar uma mudança de mente (ao saber do amor de Deus e crer no plano da salvação em Cristo), muda de direção e passa a percorrer o caminho da vida eterna.

      A ordem de Jesus para Sua Igreja é pregar o Evangelho do reino, que traz em seu bojo o desafio nessa sequência: levar os pecadores primeiro ao arrependimento, e depois, à conversão. Não é uma reforma, é uma transformação. Não passar por uma metanoia, antes de tudo, não permitirá que o pecador chegue a uma conversão genuína. Também é ser conivente com a “reforma de Adão”, ou melhoramentos do pecador, que leva as pessoas a viverem uma paranoia ambulante ou confusão mental permanente. 

      Certamente, por isso, as igrejas estão repletas de pessoas que jamais passaram por uma conversão, não nasceram de novo. O motivo é que nunca experimentaram uma metanoia ou arrependimento; jamais experimentaram a mudança de mente que antecede a transformação de vida.

      Em sentido contrário, quem já nasceu de novo no reino de nosso Pai e segue os ensinamentos de Jesus experimentará situações das quais nunca precisará se arrepender na vida.

      *Certamente você jamais se arrependerá:*

● De ter refletido sobre o que vai dizer, antes de falar.

● De ter refreado a língua quando você ia dizer o que não convinha, ou não era correto. 

● De ter honrado a palavra e haver cumprido a tempo uma promessa.

● De ter se esforçado em fazer o seu sim valer como sim; e o seu não, como não; para não dar espaço a nenhuma malignidade na sua vida.

● De ter formado o conceito justo sobre o procedimento de alguém, por não se permitir ser refém de preconceito.

● De ter perdoado a quem lhe fez mal, em obediência ao mandamento de Deus.

● De ter tratado alguém pela pessoa correta que você é, e não pelo caráter duvidoso que o outro possui.

● De ter respondido, na injustiça sofrida, pelo bem que pode dar, e não pelo mal que recebeu.

● De ter exercido misericórdia, quando cabia juízo.

● De ter sofrido com paciência, e sem retaliação, as injustiças de steus companheiros, e, talvez, dos de sua própria casa.

● De não se importar com o que os outros pensam a seu respeito, mas sim com o que o Pai diz sobre quem você realmente é.

● De ter dirigido palavras bondosas aos cansados, pobres, tristes e aflitos.

● De ter simpatizado com a dor dos quebrantados e oprimidos.

● De ter pedido perdão por uma falta cometida.

● De ter mudado de ideia quando estava errado, pois sabe que só não muda de ideia quem não as têm.

● De ter recusado ouvir algo inconveniente e deixar de cantar canções e ler livros da mesma natureza.

● De ter acolhido com prazer leituras, pensamentos e discursos edificantes.

● De ter sido honrado, verdadeiro e amoroso em tudo e com todos, indistintamente.

● De ser perseverante nos caminhos do Senhor e crer em todas as Suas promessas.

● De amar ao seu próximo como se fosse você.

● De amar a Jesus acima de todas as pessoas e coisas. 

      Porque, em assim procedendo, você sentirá na sua vida a força da jovialidade de se tornar “o exemplo dos fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza” e deixará um legado de que todos se lembrarão. Amém!


*Pr. Benjamin de Souza* 

São Luís, 19.06.2024

Nenhum comentário:

Postar um comentário