Páginas


quarta-feira, 30 de março de 2022

Prefeito Dr. Julinho anuncia reajuste de 35% a professores de Ribamar

Em São José de Ribamar, por exemplo, os professores que trabalham 20 horas semanais, recebem atualmente de R$ 2.657,42 a R$ 5.357,02 e, com o reajuste, ficará no valor de R$ 3.587,42 até R$ 7.231,97. 

A Prefeitura de de São José de Ribamar anunciou nesta terça-feira (29), o reajuste salarial de 35% aos professores da rede pública municipal, tornando-se o maior salário do Brasil, e pagará até R$ 12.444,76 aos docentes com efeito retroativos a janeiro/2022.

O reajuste é destinado a todos os docentes da rede municipal. Cabe destacar que o salário dos docentes ribamarenses já ultrapassava o piso salarial, mesmo com reajuste de 33,34%, dado pelo governo federal.

Em São José de Ribamar, por exemplo, os professores que trabalham 20 horas semanais, recebem atualmente de R$ 2.657,42 a R$ 5.357,02 e, com o reajuste, ficará no valor de R$ 3.587,42 até R$ 7.231,97. O piso nacional reajustado de 20 horas é de R$ 1.922,67.

Em comparativo aos maiores salários do Brasil, São José de Ribamar recebe acima dos municípios de Angélica (MS), que é de R$ 4.364,84, Paulínia (SP) de R$ 4.400,00, e no DF, que é de R$ 2.508,26.

Já os professores que trabalham 40 horas semanais, o valor do salário atual é de até R$ 9.218,34 e, com o reajuste, o salário será de até R$ 12.444,76. Com isso o salário do professor ribamarense ultrapassa 200% em relação ao piso nacional. Vale ressaltar, que o piso nacional de 40 horas é de, atualmente, R$ 3.846,34.

Para o prefeito de São José de Ribamar, Dr. Julinho, essa é uma forma de valorizar e levar dignidade aos docentes ribamarenses.

“Os professores ribamarenses recebem acima do piso salarial. Além de valorizar, o reajuste vai incentivar ainda mais o professor, melhorar a educação e preparar o futuro da juventude ribamarense”, destacou o prefeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário