Páginas


segunda-feira, 28 de março de 2022

Conheça o menino 'cavalheiro' de Itinga do Maranhão que viralizou e foi repostado por Luciano Huck

Samuel tem 10 anos de idade e está ficando famoso após ser flagrado carregando uma menina no colo para atravessar uma rua alagada.


Educado, atencioso e estudioso. É assim que o menino Samuel do Vale, de 10 anos, é conhecido em Itinga do Maranhão, onde ele começou a 'viralizar' nas redes sociais.

Em um vídeo [veja abaixo], Samuel aparece em um dia chuvoso ajudando duas meninas a atravessar uma rua alagada. Bem ao estilo 'cavalheiro' e atencioso, ele carrega uma das meninas no colo e atravessa a poça d'água até colocá-la do outro lado da via. O autor do vídeo parabeniza o ato do menino.

A imagem do garoto cavalheiro de Itinga do Maranhão começou a viralizar nas redes sociais e, no último domingo (27), chegou até as mãos de Luciano Huck. O apresentador repostou e, nesta segunda (28), o vídeo ultrapassou as 700 mil visualizações.

"É por estas e outras que acredito em um futuro melhor para todos. Esta admirável cena de gentileza e carinho rolou em Itinga do Maranhão. Adoraria saber quem é este menino. Mesmo não sabendo quem é vc, lhe desejo tudo de melhor", afirmou Huck.

De acordo com a mãe de Samuel, Leila do Vale, as duas meninas que aparecem no vídeo são irmãs dele e estavam indo para a escola, com a companhia do irmão, que é o mais velho. Foi exatamente na Rua José dos Réis Feitosa, em frente ao estádio de futebol 'Demazão'

"Ali ele está com a Emele, que tem sete anos; e a Laura, que tem seis. Samuel estuda pela manhã, então ali era no início da tarde, quando as irmãs vão para a escola e ele costuma acompanhá-las. Sempre foi esse menino cuidadoso e ama as irmãs", diz a mãe.
O vídeo que deixou o 'cavalheiro' de Itinga do Maranhão famoso foi gravado na semana passada, mas o autor ainda não é conhecido pela família. Ao g1 Maranhão, Samuel disse que não imaginava que ele fosse ficar tão famoso, mas que gosta muito de jogar futebol e quer ser jogador profissional no futuro.

"No dia que fui atravessar minhas irmãs na chuva, eu peguei, atravessei elas com carinho, e um homem me filmou. Eu não imaginei que poderia acontecer tudo isso e fiz isso porque não queria que molhasse os sapatos delas", disse o menino, que atualmente está no 4º ano do Ensino Fundamental.
Samuel, Emele e Laura estudam na mesma instituição de ensino, a Escola Municipal Betânia, mas em turnos diferentes. Em casa, moram com a mãe e a avó, que trabalham para manter os filhos com uma boa educação e para que Samuel seja um 'homem de valores', segundo a mãe.

"Eu sempre pego no pé dele e digo que elas só têm ele de irmão para cuidar delas, para proteger elas. Então sempre foi assim. Na cidade, ele também ajuda a vender alguns bombons de uma vizinha aqui, pra conseguir comprar alguma coisa que ele gosta. É bem conhecido por aqui. E sempre assim, muito gentil com todos, e nunca deixando os estudos de lado", disse Leila.

Nenhum comentário:

Postar um comentário