Páginas


sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Guerra no campo: Mais um conflito é registrado em Buriti no Maranhão 

Homens de uma empresa de segurança invadiram as terras da comunidade Carranca, em Buriti



Pelo menos cinco conflitos já foram registrado no campo em municípios do Maranhão. Nesta quinta-feira (20), mais um foi registrado. Dessa vez, homens de uma empresa de segurança invadiram às terras da comunidade Carranca, no município de Buriti, e estão impedindo os trabalhadores rurais de adentrar nas áreas de roças.

Atualmente, o município de Buriti tem 21 comunidades em conflito com sojicultores e a Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras do Estado do Maranhão (Fetaema) e a Diocese de Brejo solicitaram providências urgentes da Comissão Estadual de prevenção à Violência no Campo e na Cidade, mas até o momento não obtiveram retorno.

No ano de 2021, nove pessoas foram assassinadas em comunidades quilombolas no Maranhão, sendo cinco só em Arari. Em menos de 10 dias no mês de janeiro de 2022, um homem foi assassinado e três tentativas de homicídios foram registradas em áreas de conflitos.

Por Camilo Durans

Publicado em 21 de janeiro de 2022 às 09:21

Nenhum comentário:

Postar um comentário