Páginas


segunda-feira, 20 de dezembro de 2021

Urgente:Policial militar é assassinado após briga de trânsito em Teresina

Erinaldo Alves era lotado no 18º Batalhão da Polícia Militar, na região de Água Branca.


O policial militar Erinaldo Alves da Silva, de 34 anos, da PM do Piauí, foi assassinado com um tiro na noite de domingo (19), no bairro Mocambinho, na Zona Norte de Teresina. A morte teria ocorrido por conta de uma briga de trânsito.

Segundo a Polícia Militar, o crime ocorreu por volta das 21h, na Avenida Prefeito Freitas Neto, próximo ao 9º Distrito Policial, no bairro Mocambinho I.

A primeira versão que a polícia apurou é que o crime teria acontecido depois que o policial bateu o carro que dirigia em uma motocicleta.

“A informação que temos é que ele estava em um bar, e quando ele saiu desse bar, ao retirar o carro dele, acabou batendo em uma motocicleta. Ele então teria sido seguido pelo proprietário da moto e foi morto quando estava na avenida próximo ao 9º Distrito Policial”, informou o subtenente S. Pereira.

Como o crime ocorreu na avenida, em uma região onde há poucas residências, ninguém conseguiu identificar o autor do crime.

“Ali é uma área escura, e a avenida não tem muitas casas. Então, não temos informações exatas sobre quantas pessoas participaram disso. O policial recebeu um tiro e morreu ainda no local”, disse o policial.

A perícia foi acionada e uma equipe do Instituto de Medicina Legal (IML) de Teresina fez a remoção do corpo.

Erinaldo Alves era lotado no 18º Batalhão da Polícia Militar, na região de Água Branca, a 90 km da capital.

O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) vai ficar responsável pela investigação do caso e apurar se o crime realmente foi em decorrência de uma briga de trânsito.

Nota de pesar da PM

É com imenso pesar, que a Polícia Militar do Piauí comunica o falecimento do Soldado PM Erinaldo Alves da Silva, que tinha 34 anos de idade, ocorrido neste domingo (19), vítima de disparo de arma de fogo.

O sepultamento ocorrerá na cidade de José de Freitas. O Centro de Assistência Integral à Saúde (CAIS) prestou assistência à família enlutada. O Comando Geral e toda a família policial militar prestam solidariedade aos familiares e amigos; e rogam para que Deus conforte o coração de todos diante de irreparável perda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário