Páginas


terça-feira, 21 de dezembro de 2021

Taxista procura passageiro para devolver dinheiro pago a mais

Motorista optou por ir contra o estereótipo brasileiro e decidiu devolver R$ 1.287 pagos a mais pelo cliente.



De acordo com uma pesquisa realizada por universidades dos EUA e da Suíça, o Brasil bate ponto entre os países mais desonestos do mundo. Mas um motorista de táxi de 35 anos, em Juiz de Fora (MG), optou por ir contra as expectativas negativas e decidiu devolver R$ 1.287 pagos a mais por um passageiro, na madrugada do último domingo (19).

Apesar da boa intenção — que contraria o estudo internacional publicado em 2019 pela revista Science — o taxista não conseguiu encontrar o passageiro. Foi então que teve a ideia de recorrer à Polícia Militar.

Desfecho também inesperado

Conforme o registro da ocorrência policial, o motorista disse que, ao invés de digitar R$ 13 na hora de passar o cartão, o homem se confundiu e digitou R$ 1.300. Quando ele percebeu o erro, já não conseguiu localizar mais o passageiro e foi imediatamente para o 32º Batalhão da PM comunicar o ocorrido.

Até o fechamento da reportagem, não havia novas informações sobre a empreitada do taxista nas buscas pelo passageiro. Apesar disso, o presidente da Associação de Motoristas de Táxi Luiz Gonzaga Nunes, de 65 anos, garante que a postura do taxista de Minas não é um ato isolado entre os profissionais da categoria.

“É algo que sempre acontece. Às vezes, a pessoa erra o valor na hora de digitar, e os motoristas agem da mesma forma. A gente fica feliz, pois isso prova que ainda há muita gente honesta por aí.”

Com informações do O Imparcial 


Nenhum comentário:

Postar um comentário