Páginas


domingo, 5 de dezembro de 2021

Chácara da Barbaridade: Quatro jovens são mortos a tiros dentro de casa no bairro do Viera em Lago da Pedra

A chacina ocorreu dentro de uma residência localizada na Rua São Vicente, no bairro Vieira. Segundos informações de testemunhas, a chacina foi praticada por cinco homens que, portanto armas de fogo, invadiram o imóvel 

Quatro jovens foram mortos a tiros, a noite dessa sexta-feira (03), por volta das 00h20m, na cidade de Lago da Pedra, a 308 km de São Luís.

A chacina ocorreu dentro de uma residência localizada na Rua São Vicente, no bairro Vieira Neto.

Os mortos foram identificados como Lucas da Silva Moura, Davi da Silva dos Santos, André da Silva Conceição e José Monteira da Silva Neto.

Segundos informações de testemunhas, a chacina foi praticada por cinco homens que, portanto armas de fogo, invadiram o imóvel e fizeram vários disparos.

Na residência havia indícios de arrombamento nas portas de entrada e de um dos quartos, indicando que as vítimas tentaram correr dos criminosos.

As forças de segurança fizeram o isolamento do local, e houve buscas por toda casa.

Durante a varredura no local, foram encontrados cinco papelotes de maconha, dois cadernos com anotações de vendas de entorpecentes e uma sacola com materias para embalagem de drogas, indicando que a residência funcionava como boca de fumo.

A polícia não encontrou armas no local. Tudo indica que celulares das vítimas foram subtraídos, pois havia carregadores nas tomadas.  As cápsulas de projéteis deflagrados também foram subtraídas.

O serviço de urgência do hospital foi acionado e a equipe recolheu os corpos, levando-os à unidade de saúde para os procedimentos cabíveis.

A chacina pode ter relação com a guerra de facções em Lago da Pedra. Testemunhas afirmam que havia duas mulheres na casa com as vítimas, porém, os assassinos não as mataram. Elas foram levadas por eles e deixadas em outro local.

Os moradores das proximidades têm receio de passar informações temendo represálias por parte de criminosos.

Com informações do Gilberto Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário