Páginas


sexta-feira, 5 de novembro de 2021

URGENTE: Incêndio destrói 26 casa e famílias ficam abandonadas no São Francisco, em São Luís do Maranhão 

Um incêndio de grandes proporções destruiu 26 barracos, no início da manhã desta sexta-feira (5), por volta das 4h, no bairro São Francisco, em São Luís. Apesar da gravidade do incêndio, todos os moradores conseguiram sair ilesos, mas perderam tudo o que tinham.

Os barracos, localizados sob uma das pontes da Avenida Ferreira Gullar, que fica abaixo da Ponte do São Francisco, eram ocupados por pessoas desempregadas e que, com a pandemia e a crise econômica, ficaram sem condições de pagar aluguel. 

O incêndio começou em um curto-circuito na instalação elétrica em um dos barracos. A moradora disse que ocorreu uma explosão no poste de onde parte o fornecimento de energia para os barracos.

“Depois desse estouro no poste, ocorreu um curto-circuito na instalação, que era feita com fios de telefone. Em pouco tempo, o fogo tomou conta de outros barracos”, diz a moradora. 

Como todos os barracos são feitos com madeira e material de PVC, o fogo se alastrou rapidamente. As 26 famílias perderam tudo. 

“Eu estou sem nada. Queimou tudo, até minhas panelas de alumínio derreteram. E não sei o que vou fazer agora. Tenho três filhos e estou desempregada. Vivo de fazer bicos como diarista, mas não está fácil. Precisamos de ajuda urgente”, disse Luciana Silva.

As famílias atingidas reclamam da morosidade do poder público em buscar uma solução para o problema. 

“Estamos aguardando aluguem social há muito tempo. Só tem promessa. Também fizemos cadastro para o Minha Casa, Minha Vida, e na até agora. Hoje que prometeram colocar a gente num local provisória. Não tem nada definido. Agora que cada família recebeu uma cesta básica da Prefeitura”, disse Leia Vieira, outra moradora que teve o barraco destruído.

O incêndio só não se alastrou para todos os barracos porque o fogo foi debelado pelo Corpo de Bombeiros.

Até por volta das 12h30, as famílias aguardavam almoço que seria enviado pelo Restaurante Popular do São Francisco. O blog entrou em contato com Francisco Gonçalves, da Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), e ele garantiu que uma equipe da Secretaria de Assuntos Políticos (SECAP) já estava designada para prestar assistência às famílias.

Quem puder ajudar, pode deixar doações no local ou entrar em contato pelos celulares 98527-7905 (Luciana Silva) e 98529-2721 (Leia Vieira).



Com informações do Gilberto Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário