Páginas


quarta-feira, 3 de novembro de 2021

 Em Imperatriz, Flávio Dino inaugura novo centro de ensino da UEMASUL e autoriza concurso público para a universidade

Em comemoração ao aniversário de 5 anos da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASULl), o governador Flávio Dino esteve nesta quarta-feira (3), na cidade de Imperatriz, onde inaugurou o mais novo centro de ensino da instituição, o Centro de Ciências Agrárias.

Além do novo centro, Dino assinou edital da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) de apoio ao curso de Medicina e autorizou a realização de concurso público para o Centro de Ciências da Saúde (CCS) da UEMASUL.

“Nossa agenda nessa tarde foi dedicada muito fortemente à pauta da educação. Nós acreditamos que a educação é um sinal de desenvolvimento para a Região Tocantina”, avalia o governador. 

As ações em alusão aos 5 anos da UEMASUL foram precedidas por uma série de vistorias, entregas e anúncios nas áreas de saúde e educação em Imperatriz, como a visita às obras do novo Socorrão e autorização da construção da Areninha no CAIC.

“Hoje é um dia muito importante, porque fazem cinco anos da Lei de criação da UEMASUL, que culminou com a inauguração do Centro de Ciências Agrárias. É uma obra que vem de uma parceria entre a comunidade e a universidade. Isso mostra para todos nós da Região Tocantina, a importância da UEMASUL dentro do contexto de desenvolvimento, de trazer conhecimento, de trazer tecnologia. É uma forma de consolidar uma gestão de 5 anos à frente da universidade”, afirmou a reitora, Elizabeth Nunes.

REDD+

Na oportunidade, o governador Flávio Dino também sancionou Lei estadual que institui a Política de Redução das Emissões de Gases do Efeito Estufa (REDD+). Dino lembrou que a instalação do Centro de Ciências Agrárias da UEMASUL é uma forma de de garantir mais investimento em pesquisa e tecnologias sustentáveis para setores como o da agropecuária.

O governador destacou que empresas e produtores brasileiros também deverão se adequar aos acordos firmados na 26ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, a COP26, que acontece na cidade de Glasgow, na Escócia, até o dia 12 de novembro.

“A entrega do Centro Ciências Agrárias da UEMASUL é uma grande conquista porque significa mais vagas, mais pesquisa e mais investimento em tecnologia. Nesse momento, sobretudo, em que nós estamos vendo grandes países do mundo, inclusive o Brasil, reunidos em uma grande conferência no Reino Unido, tratando do futuro das atividades econômicas, inclusive da agricultura e da pecuária. Há novas demandas, novos compromissos que o governo federal está assumindo e os produtores da região vão precisar de apoio para que eles possam se adequar a esses novos compromissos internacionais e com isso a nossa economia possa continuar conquistando mercados internacionais”, concluiu o governador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário