Páginas


quarta-feira, 15 de setembro de 2021

 

Paço do Lumiar recebe Fórum de Gestores de Cultura

Paço do Lumiar  mais uma vez se destacou no cenário cultural maranhense ao receber nesta quarta-feira(15) o “Primeiro Fórum de Gestores de Cultura da Região Metropolitana”, envolvendo os municípios de Paço do Lumiar, São Luís, São José de Ribamar e Raposa. O encontro aconteceu no parque aquático Val Paraíso, na região da Pindoba, em Paço do Lumiar e começou com a apresentação do Tambor de Crioula Desejo de Benedito e Conceição, do município de São Luís e seguiu com diálogos e elaboração de propostas de políticas públicas para o Plano Estadual de Cultura do Maranhão, além de contar com apresentações do Festejo do Divino, Capoeira, entre outras atrações.

Participaram da mesa de honra do evento, a prefeita municipal de Paço do Lumiar, Paula Azevedo(PCdoB), o representante da Secretaria de Estado da Cultura do Maranhão-SECMA, Moisés Nobre; a presidente do Conselho Estadual de Cultura Elaine Dutra; o secretário municipal de cultura, esporte e lazer de Paço do Lumiar, Jocileno Golvêa, o secretário municipal de cultura de Raposa,José Pereira; Marcos Ronilson, o coordenador do Fórum Estadual de Gestores de Cultura do Maranhão. O evento ainda contou com a presença de representantes dos municípios de Barreirinhas, Presidente Dutra, Carolina, Santa Helena, Pedreiras e outras localidades

A prefeita Paula Azevedo, falou sobre o evento e a importância para a cultura luminense: “Receber um encontro como esse é de grande benefício, nossa cultura é riquíssima e agora tem sua voz ouvida e com isso, só tem a crescer”, explicou.

Para o secretário municipal de Cultura de Paço do Lumiar, Jocileno Golvêa, Paço do Lumiar está crescendo e ganha representatividade no estado do Maranhão: “Temos muito a oferecer ao nosso estado em termos de cultura, durante o início da pandemia, não deixamos de ajudar quem realmente precisa e nossos artistas e representantes culturais foram justamente beneficiados com recursos da lei Aldir Blanc, fizemos lives e muito mais, então, planejar o futuro das nossas políticas culturais nos dá muitas esperanças para dias melhores”, concluiu.

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário