Páginas


segunda-feira, 23 de agosto de 2021

 

Lula recebe bênção de Zé Pilintra da Umbanda para vencer eleição de 2022

Zé Pilintra abençoa Lula: Em um encontro no Ceará, o ex-presidente foi abordado por uma mulher adepta da Umbanda, que o chamou de “homem de Xangô”.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está em viagem pelo Nordeste, mas não está fazendo eventos de rua. A estratégia do petista está sendo encontros com líderes locais e eventos fechados.

O político esteve neste final de semana no Ceará e participou do Encontro com Movimentos Sociais e Culturais em Fortaleza, acompanhado do governador do Ceará, Camilo Santana, também petista.

Em um momento do encontro, Lula foi abordado por uma mulher adepta da Umbanda, que o chamou de “homem de Xangô”.

“Ninguém vence a força de Xangô. Você, como um homem de Xangô, enfrentou o que muita gente não enfrentaria: a justiça batida na porta, a dor sofrida e as noites na prisão”, declarou a mulher.

Após entoar um cântico ligado a religião de matriz africana, a umbandista entregou a Lula uma imagem de zé pilintra (uma das principais entidades cultuadas pelos umbandistas).

“Em nome do meu povo da umbanda do Ceará eu lhe entrego Zé Pilintra das Almas, um grande mestre e curador”, disse ao entregar o presente.

Ela disse que Lula irá vencer as eleições de 2022, pois ele é filho de Xangô e quando foi presidente estendeu a mão para o povo de terreiro.

“Em nome do meu povo da Umbanda do Ceará, eu lhe entrego Zé Pilintra das Almas, um grande mestre e curador”, disse ao entregar o presente.

Luta espiritual

Para o pastor Danilo Figueira, que é escritor e pastor sênior da Comunidade Cristã de Ribeirão Preto (SP), as imagens reforçam a luta espiritual que os brasileiros enfrentam pelo governo do país, afirmando que “vai muito além de política, ideologia e interesses financeiros”.

O pastor também afirmou que “enquanto isso, tantos crentes e profetas dormem ’em cima do muro’”, destacando que as manifestações são legítimas e que “tanto a  das mães de santo, quanto a submissão de Lula” as entidades são “liberdades que precisam ser preservadas”.

“Da mesma maneira, a nossa liberdade como cristãos, de dizer “não” à esta regência espiritual sobre a nação, precisa ser garantida. Mas… De que vale a liberdade, se a omissão e a covardia forem maiores? Acorda, igreja“, comentou no Twitter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário